sábado, 10 de fevereiro de 2018

FERROVIÁRIA COMEÇA MAL MAS IGUALA-SE AO SANTOS: 2 a 2




Léo Castro marcou o 1º gol da AFE
Depois de um primeiro tempo ruim, quando perdeu por 1 a 0 mas poderia ter sofrido um escore mais dilatado, a Ferroviária voltou para o segundo período com outra disposição e reagiu bem. Contribuiram para isso as alterações feitas pelo técnico PC de Oliveira, promovendo o ingresso em campo de Léo Castro, Damasceno e Wellinton Júnior.

No primeiro tempo, até pênalti foi perdido, no chute de Velicka e na defesa do goleiro Vanderlei.

O Santos esteve duas vezes à frente do marcador, mas também não soube garantir a vitória.

No último lance do jogo, quase que a Ferroviária chega ao desempate. Mas o 2 a 2 acabou sendo um resultado justo.

A se lamentar o pequeno público - menos de 4.000 assistentes -, embora já se esperasse esse fracasso de plateia pela exorbitância dos preços cobrados.

Luan, marcou o segundo gol da AFE
A Ferroviária segue em posição de risco no Paulistão. Seu próximo compromisso, quarta-feira à noite, de novo na Fonte Luminosa, será contra o Santo André, time que perdeu somente na estreia e depois colecionou quatro empates e uma vitória importante contra o Corinthians.

Será mais uma prova para o time de Araraquara.


Vanderlei defende pênalti batido por Velika


FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 2 x 2 SANTOS

Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara;
Data/Horário: Sábado, 10 de fevereiro, 16h30;
Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa;
Público: 3.861 pagantes;
Renda: R$ 165.160,00;
Cartões amarelos: Hygor, Moacir e Damasceno (Ferroviária); Daniel Guedes, Gabriel, Jean Mota e Rodrygo (Santos);
Gols: Eduardo Sasha (28' do 1T) e Gabriel (20' do 2T) para o Santos; Léo Castro (18' do 2T) para a Ferroviária.

FERROVIÁRIA - Tadeu; Alisson, Patrick, Luan e Daniel Vançan (Damasceno); Bruno Silva, Moacir, Velicka e Hygor; Misael (Welinton Júnior) e Eliandro (Léo Castro). Técnico: PC Oliveira.

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Gustavo Henrique, David Braz e Caju; Renato; Jean Mota, Vecchio (Léo Cittadini) e Arthur Gomes (Rodrygo); Eduardo Sasha e Gabriel. Técnico: Jair Ventura.





Ficha técnica: Portal Morada (André de Souza)
Fotos: “Ferroviária em Campo”



Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário