sábado, 6 de maio de 2017

UM CRAQUE PASSOU POR AQUI




Nelsinho Rossi Filho
“Ferroviária em Campo” recebeu um relato muito interessante do amigo Nelsinho Rossi Filho, o Nelsinho que jogou na Ferroviária e em diversos clubes amadores citadinos.
  
É esse relato que merece espaço a partir de agora, neste blog.
  
Com a palavra, Nelsinho:
“Nos anos de 1965/66, eu frequentava, nas férias de julho e dezembro, o Melusa Clube, no mesmo lugar de hoje.
Quadra de piso de saibro que nos dias de chuva era muito lisa.
Mais de 40 garotos estavam ali para jogar.
No meio deles apareceu um garotinho gordo, calção preto, sem camisa e descalço que no primeiro dia nem foi escolhido.
No outro dia faltou gente, então colocaram o garotinho pra dar número. Jonas, o nome dele.
Arrebentou com o jogo. Nos outros dias era o primeiro a ser escolhido.
Esse garoto, depois, sumiu e fomos saber com sua tia o porquê.
Ela falou que ele estava treinando em um time profissional.
Era, simplesmente, Jonas Eduardo Américo, o EDU do SANTOS FUTEBOL CLUBE e SELEÇÃO BRASILEIRA.
O EDU PASSOU POR AQUI!”



SOBRE EDU
Jonas Eduardo Américo, o EDU, nasceu em Jaú (SP), no dia 6 de agosto de 1949. Atacante (ponta-esquerda) muito habilidoso, driblador, Edu realizou 584 jogos pelo Peixe, marcando 183 gols. Seu período no Santos foi de 1966 a 1978. Jogou com Pelé e com uma infinidade de outros grandes craques praianos. 
  
Defendeu a Seleção Brasileira (1966-1976) em 50 partidas, anotando 12 tentos. 
  
Jogou ainda em vários clubes, como Corinthians, Internacional, Colorado. Firmando carreira internacional, defendeu clubes do México e dos Estados Unidos. 
  
E passou por Araraquara, segundo o testemunho de Nelsinho Rossi Filho, antes da consagração profissional, pelo Melusa Clube, sendo inicialmente deixado de lado e depois escolhido com predileção. 

Edu - Revista do Esporte.


Fontes:
Relato de Nelsinho Rossi Filho
Wikipédia
Fotos: Tardes de Pacaembu; Revista do Esporte.
* Foto de abertura: Edu em partida diante da Venezuela no estádio do Maracanã, válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 1970. Revista Manchete.

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário