terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

TATAU PASSOU PELA FERROVIÁRIA... BRILHOU EM OUTROS CLUBES




Nome: Antônio Carlos Delfino
Nascimento: 12 de fevereiro de 1956
Cidade natal: Itajubá – MG 
Posição: Atacante 

Clubes: Smart F.C. (Itajubá-MG); Taubaté e Alfenense (1976); Ferroviária (1977, 1978 e 1981); Atlético Goianiense (1982); Goiás (1983); Nacional Clube (1985); Marcílio Dias (1986); Inter de Lages – RS, onde encerrou sua carreira em 1990

O atacante Tatau teve poucas oportunidades na AFE e não as aproveitou. Em raras ocasiões entrou em campo. Quando começou jogando, foi substituído; ou então entrou durante alguns jogos. 

No Atlético Goianiense, em 1982, depois de ter passado pela Ferroviária, Tatau mostrou suas virtudes como goleador. A certa altura já havia consignado 16 gols pelo tricolor de Goiânia. 

No ano seguinte, foi para o Goiás.

Defendeu diversos clubes, mas foi no Alfenense, clube do interior mineiro – Alfenas – que Tatau realizou sua maior proeza no futebol.

Num tempo em que o Atlético Mineiro se apresentava como quase imbatível, com um esquadrão poderoso, Tatau anotou um gol e levou o seu Alfenense à vitória. Um feito inteiramente inesperado, fora da lógica. Ficou famoso pelo gol contra o Galo.

Tatau jogou até os 34 anos, encerrando sua carreira no Inter de Lages-RS, em 1990.

Foi mais um atleta mineiro a integrar um elenco da Ferroviária de Araraquara. 

Alfenense de 1980 foi o único time a derrotar o tricampeão Atlético.
Tatau é o segundo agachado da esquerda pra direita

Um jogo da Ferroviária com TATAU no time:
Ferroviária  0 x 0  Paulista (Jundiaí)
20 de setembro de 1978, quarta-feira
Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Campeonato Paulista/1º turno 
Árbitro: Almir Ricci Peixoto Laguna 
Renda: Cr$ 60.880,00
Público: 2.228 pagantes 
Ferroviária – Aranha; Nei Dias, Mauro, Samuel e Cuca; Paulo César e Paraná; João Carlos, Washington, Tatau (Mazinho) e Bispo (Galdino). 
Paulista – Edson; Lazinho, Marcos, Djalma Santos (Domingos) e Santos; Bosco e Vicente; Dimas (Frasão), Vagner, Gil e Edmar 



Fontes:
Que fim levou? – Milton Neves
Blog do Alexandre Silva 
Acervo de “Ferroviária em Campo”
Fotos: Que Fim levou?; Placar.
Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário