sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

É A PRIMEIRA VEZ QUE FERROVIÁRIA E MIRASSOL SE ENFRENTAM PELO PAULISTÃO


E o que acontece quando esses adversários se encontram em Araraquara?


 


Não é um jogo de muitos encontros. De 1951 a 2014, Ferroviária e Mirassol enfrentaram-se 14 vezes.

Foram 4 jogos pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão, 4 pela Copa Paulista e 6 amistosos (todos realizados em Mirassol).

 A vantagem dos araraquarenses é expressiva: 8 vitórias contra 3 derrotas; a igualdade no marcador se deu em três oportunidades. Foram 24 gols marcados e 13 sofridos.


Nas três únicas vezes em que Ferroviária e Mirassol jogaram na cidade de Araraquara, deu AFE. Isso aconteceu em 1951, 2009 e 2014.


Logo no primeiro ano de atividades no futebol profissional, 1951, em jogo válido pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a Ferroviária estabeleceu 4 a 0 pra cima dos mirassolenses, na Fonte Luminosa.

Em 2009, os grenás venceram por 2 a 1, em partida da Copa Paulista, jogando no estádio municipal “Dr. Cândido de Barros”, no Jardim Botânico.
E em 2014, a vitória foi pela contagem mínima, em outro compromisso pela Copa Paulista, desta feita na Arena Fonte Luminosa.  

“Ferroviária em Campo” mostra os detalhes técnicos das três vitórias conquistadas pela Locomotiva, em Araraquara, contra o Mirassol, lembrando que, neste quarto encontro entre Locomotiva e Leão da Alta Araraquarense o bicho vai pegar. Os visitantes formaram um time forte, que começou o Paulistão fazendo 2 a 0 no Red Bull Brasil e chegam à Morada do Sol com muito moral.

Não será nada fácil para os afeanos manterem a escrita, ainda mais que estrearam com derrota no Paulistão e em seguida foram eliminados da Copa do Brasil.




Ficha técnica das vitórias da AFE contra o Mirassol, em Araraquara


Jogo – Ferroviária 4 x 0 Mirassol

Data – 18 de novembro de 1951, domingo
Local – Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Finalidade – Campeonato Paulista da Segunda Divisão
Árbitro – Nestor Castanheira
Renda – Cr$ 2.000,00
Gols – Ministro (2), Antônio Carlos e Tonhé
Ferroviária – Sandro; Sarvas e Espanador; Rudge, Basso e Pierri; Antônio Carlos (Tonhé), Ministro, Dirceu, Gonçalves e Tonhé (Antônio Carlos). Técnico: Zezinho
Mirassol – Tião; Pedro e Vilim; Arnóbio, Orlando e Otacílio (Neno); Rubens, Neno (Otacílio), Tabapuã, Ernani e Dominguinho


Jogo – Ferroviária 2 x 1 Mirassol

Data – 15 de agosto de 2009, sábado, 19 horas
Local – Estádio Municipal Cândido de Barros, em Araraquara (SP)
Finalidade – Copa Paulista
Árbitro – Emiliano Alves Costa
Renda – R$ 2.330,00
Público – 380 pagantes
Expulsão – Danilo Mendes (Mirassol)
Gols da AFE – Amarildo, 26’/1º e Fernando Luís, 30’/1º
Gol do Mirassol – Théo, 10’/2º
Ferroviária – Marcão; Feijão, Amarildo, Renan e Fernando Luís; Henrique, Assis, Guilherme Alves (André) e Biro (Daniel); Fabinho e Danilo Martins (Joel). Técnico: João Martins
Mirassol – Rafael Defendi; Bahia, Ferron, João Carlos e Fabinho; Henrique (Théo), Fábio Gomes, Danilo Mendes e Bruno (Gilsinho); Marlon e Natan (Guilherme). Técnico: Betinho
Ocorrência – Logo a 1’ de jogo, Fabinho cobrou pênalti e o goleiro Defendi defendeu, justificando o nome.


Jogo – Ferroviária 1 x 0 Mirassol

Data – 19 de julho de 2014, sábado, 16 horas
Local – Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Finalidade – Copa Paulista
Árbitro – Thiago Luís Scarascati
Renda – R$ 3.150,00
Público – 469 pagantes
Gol – Gustavo Henrique, 47’/2º
Ferroviária – Alexandre Cajuru; Niander, Neguete, Patrick e Alex; Renan, Makelelê, Kaio Fernando (Adriano Paulista) e Carlinhos (Tárik); Walker (William) e Gustavo Henrique. Técnico: Antônio Picoli
Mirassol – Yuri; Kevin, Lucas Cunha, Magrão e Esquerdinha; Peterson, Luciano Mandi, Radamês e Douglas (Iago); Maikol e Ermínio. Técnico: Roberval Davino




Fontes:
Acervo de “Ferroviária em Campo”
Wikipédia
Fotos: "Ferroviária em Campo"

Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário