sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

AS CINCO VITÓRIAS DA FERROVIÁRIA NO PARQUE ANTÁRTICA





A última grande vitória afeana na casa do Palmeiras foi há quase um ano, mais precisamente no dia 28 de fevereiro de 2016. Bem perto de completar um ano, neste sábado (25 de fevereiro de 2017), alviverdes e grenás voltam a se enfrentar no Allianz Parque

A Ferroviária surpreendeu o Palmeiras em seu reduto em cinco oportunidades. 

Quatro delas aconteceram no estádio Palestra Itália; a quinta e última foi bem recente: em 2016, numa exibição de gala que encantou a todos. O local foi o mesmo, só que inteiramente remodelado, dando lugar ao majestoso Allianz Parque.

Na primeira delas, em 1960, goleou o alviverde por 4 a 1. Em 1971, a vitória foi por 3 a 2. A terceira se deu em 1980 e foi 2 a 0. A quarta surgiu no ano seguinte (1981) e foi pela contagem mínima. E finalmente, em 2016, uma verdadeira lição de futebol mostrada pela TV, na qual a Ferroviária estabeleceu 2 a 1 no marcador, no belo Allianz Parque. 





Primeira
   
Jogo – Palmeiras 1 x 4 Ferroviária 
   
Data – 10 de dezembro de 1960, sábado (tarde)
Local – Estádio Palestra Itália, no Parque Antártica, em São Paulo (SP)
Finalidade – Campeonato Paulista/2º turno 
Árbitro – Catão Montez Júnior 
Renda – Cr$ 373.050,00
Gol do Palmeiras – Chinesinho, 16’/2º
Gols da Ferroviária – Bazani, 42’/1º; Pimentel, 30” e 22’ e Bazani, 35’ do 2º tempo 
Palmeiras – Valdir; Djalma Santos e Valdemar Carabina; Perinho, Clóvis e Jorge; Julinho, Humberto, Romeiro, Chinesinho e Cruz. Técnico: Oswaldo Brandão 
Ferroviária – Fia; Porunga e Antoninho; Pimentel, Rodrigues e Walter; Faustino, Palico (Dirceu), Baiano, Dudu e Bazani. Técnico: José Guillermo Agnelli 


Segunda 
  
Jogo – Palmeiras 2 x 3 Ferroviária 
   
Data – 21 de abril de 1971, quarta-feira (noite)
Local -  Estádio Palestra Itália, no Parque Antártica, em São Paulo (SP) 
Finalidade – Campeonato Paulista/1º turno 
Árbitro – Dulcídio Wanderley Boschillia 
Renda – Cr$ 89.323,00
Público – 13.791 pagantes e 3.584 menores 
Gols do Palmeiras – Hector Silva, 21’/1º e César, 4’/2º 
Gols da Ferroviária – Lance, 23’ e Zé Luís, 35’ do 1º tempo; e Nicanor, 38’/2º
Palmeiras – Leão; Eurico, Baldochi, Luís Pereira e Dé; Zé Carlos e Ademir da Guia; Fedato (Edu), Hector Silva, César e Leivinha. Técnico: Rubens Minelli 
Ferroviária – Sérgio (Carlos Alberto); Baiano, Fernando, Ticão e Zé Carlos; Muri e Ademir; Tonho (Nicanor), Zé Luiz, Lance e Nei. Técnico: Aparecido Dias de Almeida 


Terceira 
    
Jogo – Palmeiras 0 x 2 Ferroviária 
    
Data – 21 de agosto de 1980, quinta-feira (noite) 
Local – Estádio Palestra Itália, no Parque Antártica, em São Paulo (SP) 
Finalidade – Campeonato Paulista/2º turno 
Árbitro – Almir Ricci Peixoto Laguna 
Expulsão – Pires (Palmeiras), 45’/2º 
Renda – Cr$ 611.900,00 
Público – 6.859 pagantes 
Gols – Paulo Borges, 20’/1º e Zé Roberto, 23’/2º 
Palmeiras – Ivan; Rosemiro, Beto Fuscão, Edson e Pedrinho; Pires, Mococa (Célio) e Freitas; Lúcio, César e Romeu (Nei). Técnico: Valdir Joaquim de Morais 
Ferroviária – Tião; Marinho Paranaense, Sérgio Miranda, Samuel e Luís Florêncio (Carlos); Nandes, Zé Roberto e Washington; Paulo Borges, Volnei (Toninho) e Bispo. Técnico: Diede Lameiro


Quarta 
    
Jogo – Palmeiras 0 x 1 Ferroviária

Data – 12 de agosto de 1981, quarta-feira (noite) 
Local – Estádio Palestra Itália, no Parque Antártica, em São Paulo (SP) 
Finalidade – Campeonato Paulista/2º turno 
Árbitro – João Leopoldo Ayetta 
Renda – Cr$ 1.477.300,00 
Público – 6.637 pagantes e 31 menores 
Gol – Zé Roberto, 33’/2º 
Palmeiras – Gilmar; Benazzi, Luís Pereira, Deda e Pedrinho; Jaime Boni, Freitas e Aragonés; Osni (Esquerdinha), Paulinho e Célio (Carlos Alberto). Técnico: Jorge Vieira 
Ferroviária – Luís Fernando; Gérson, Vica, Samuel e Luís Florêncio (Divino); Zé Carlos, Zé Roberto e Washington (Toninho); Douglas Onça, Fantato e Bispo. Técnico: Olegário Toloi de Oliveira (Dudu) 


Quinta 
   
Jogo – Palmeiras 1 x 2 Ferroviária 
   
Data – 28 de fevereiro de 2016, domingo, 17 horas 
Local – Arena Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Finalidade – Campeonato Paulista/Série A1/Primeira Fase 
Árbitro – Thiago Duarte Peixoto 
Renda – R$ 985.923,80 
Público – 18.413 pagantes 
Gol do Palmeiras – Cristaldo, 17’/2º 
Gols da Ferroviária – Fernando Gabriel (falta), 40’/1º; Rafinha, 48’/2º 
Palmeiras – Fernando Prass; Lucas, Roger Carvalho, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Jean (Rafael Marques) e Robinho; Dudu e Gabriel Jesus (Erik); Alecsandro (Cristaldo). Técnico: Marcelo Oliveira 
Ferroviária – Rodolfo; Juninho, Wanderson, Marcão e Thallyson; Renato Xavier, Fernando Gabriel (Matheus Rossetto) e Rafael Miranda; Samuel (Rafinha), Wescley (Danielzinho) e Tiago Adan. Técnico: Sérgio Vieira 



Fonte:
Acervo de “Ferroviária em Campo”
Fotos: Sérgio Miranda; Gazeta Esportiva e Site do Palmeiras.

Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário