sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

MORREU CARLOS ALBERTO SILVA, TÉCNICO DA FERROVIÁRIA EM 1972/73




Carlos Alberto Silva foi campeão brasileiro pelo Guarani, em 1978. Dirigiu grandes clubes brasileiros como Cruzeiro, Atlético Mineiro, América-MG, Santos, Corinthians, São Paulo e Palmeiras. Deu-se com ele o lançamento de Ronaldo Fenômeno no time de profissionais do Cruzeiro.

Foi bicampeão português pelo Porto e campeão japonês com o Yomiuri Kawasaki. Foi técnico também do Deportivo La Coruña, clube espanhol.

Nascido no dia 14 de agosto de 1939, na cidade mineira de Bom Jardim de Minas, Carlos Alberto morreu neste 20 de janeiro de 2017, aos 77 anos de idade. Fazia um mês que ele passara por cirurgia no coração.


NA FERROVIÁRIA

Carlos Alberto Silva dirigiu a Ferroviária durante oito meses, entre os anos de 1972 e 1973. Eram ainda os primeiros tempos dele na profissão... contava com 33 anos de idade. As grandes conquistas viriam mais tarde.

Fatos relevantes da história da AFE se deram nesse período. Com ele, a Ferroviária classificou-se para o Paulistão de 1973, ao obter a quinta colocação no Paulistinha de 1972.

Foi também durante seu comando que o meia-esquerda craque de bola, Olivério Bazani Filho, fez sua despedida dos gramados como futebolista, no dia 28 de março de 1973, na Fonte Luminosa, em amistoso contra o Guarani.

Carlos Alberto Silva esteve presente na batalha campal de Marília, no dia 13 de dezembro de 1972, quando a AFE garantiu participação no Paulistão/73. Após a partida, houve uma pancadaria envolvendo os jogadores, dirigentes, torcedores e os policiais, que em número reduzido não conseguiram evitar a briga generalizada. Inclusive ele sofreu as consequências (fratura na perna), a exemplo de diversos atletas que voltaram para Araraquara com fraturas.


ESTREIA

No dia 17 de setembro de 1972, Carlos Alberto dirigiu os grenás de Araraquara pela primeira vez, na estreia do Paulistinha. Jogando na Fonte Luminosa, a Ferroviária ganhou do Paulista de Jundiaí, 2 a 0.


DESPEDIDA

O último jogo de Carlos Alberto Silva como treinador afeano aconteceu no dia 06 de maio de 1973, na Fonte, contra o Corinthians, pelo Paulistão. Na derrota por 2 a 0 para o alvinegro paulistano, a segunda consecutiva no certame, o técnico não resistiu e acabou deixando a agremiação, sendo substituído por José Agnelli.


COMPETIÇÕES E JOGOS

De 17 de setembro de 1972 a 06 de maio de 1973, Carlos Alberto Silva treinou a Ferroviária em 43 jogos, conseguindo 15 vitórias, empatando 14 vezes e perdendo 14 embates. Com ele, a AFE marcou 40 gols e sofreu 36.

Durante esses oito meses, a Ferroviária disputou o Torneio Laudo Natel de 1972, o Paulistinha de 1972, o Paulistão de 1973 e algumas partidas amistosas.

Técnico convicto, de personalidade forte, Carlos Alberto Silva era um profissional de declarações afirmativas. Triunfou no futebol pela sua competência, aliada a esses atributos.




AS 15 VITÓRIAS DE CARLOS ALBERTO SILVA COMO TÉCNICO DA FERROVIÁRIA:

Pelo Paulistinha de 1972:

1-17.09.1972 - Ferroviária 2 x 0 Paulista
2- 01.10.1972 - Ferroviária 1 x 0 Noroeste
3- 04.10.1972 - XV de Piracicaba 0 x 1 Ferroviária
4- 08.10.1972 - Ferroviária 3 x 0 Marília
5- 29.10.1972 - Ferroviária 1 x 0 Botafogo
6- 26.11.1972 - Paulista 0 x 1 Ferroviária
7- 29.11.1972 - Ferroviária 1 x 0 Portuguesa Santista
8- 10.12.1972 - Ferroviária 2 x 1 XV de Piracicaba


Partidas amistosas:

9- 08.02.1973 - Ferroviária 3 x 1 Comercial
10- 11.02.1973 - Barretos 1 x 2 Ferroviária
11- 14.02.1973 - Comercial 0 x 2 Ferroviária
12- 17.02.1973 - Ferroviária 1 x 0 Portuguesa Santista
13- 01.05.1973 - Guaçuano 0 x 2 Ferroviária


Pelo Paulistão de 1973:

14- 01.04.1973 - Botafogo 0 x 2 Ferroviária
15- 22.04.1973 - Juventus 1 x 2 Ferroviária




Fontes:
Acervo de “Ferroviária em Campo”
Globoesporte.globo.com
Fotos: Internet


Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Um comentário:

  1. bom trabalho - não me lembro, mas me parece que ele começou na Caldense e depois Grêmio Catanduvense - sei que ele veio pra cá,oriundo do Grêmio Catanduvense - é isso ?

    ResponderExcluir