segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

AS VITÓRIAS DA FERROVIÁRIA NO "MOISÉS LUCARELLI", CONTRA A PONTE PRETA




Foram seis as vitórias conquistadas pela Ferroviária jogando no estádio “Moisés Lucarelli”, reduto da Ponte Preta de Campinas. Elas aconteceram nos anos de 1956, 1958, 1965, 1979, 1982 e 1990.

Cinco dessas vitórias se deram em partidas válidas pelo Campeonato Paulista. Apenas uma teve caráter amistoso.

“Ferroviária em Campo” mostra os detalhes técnicos dessa meia dúzia de triunfos afeanos em campo inimigo, o mesmo que será palco da próxima apresentação da Locomotiva, na primeira rodada do Paulistão versão 2017.

Domingo próximo, às 19 horas, a Ferroviária volta a enfrentar a Ponte Preta. A última vez que esses rivais se encontraram foi no ano passado, no próprio pontepretano, e a Macaca levou a melhor por 2 a 1.


Primeira vitória da Ferroviária no “Moisés Lucarelli”

Jogo – Ponte Preta 0 x 3 Ferroviária

Em  pé: Fia, Pixo, Dirceu Careca, Ferraciolli, Itamar e Elcias.
Agachados: Marinho, Cardoso, Gomes, Bazani e Boquita .
(Museu da Ferroviária)
Data – 04 de novembro de 1956, domingo

Finalidade – Campeonato Paulista/Torneio 

Rebaixamento/Série Branca

Árbitro – Sebastião Mayrinques

Renda – Cr$ 24.485,00

Gols – Paulinho, Gomes e Paulinho

Ponte Preta – Andu; Lindoia e Derém; Pitico, Carlito Roberto e Pirani; Ênio, Paulinho, Baltazar, Bruninho e Adamastor. Técnico: Nico

Ferroviária – Fia; Helcias e Ferraciolli; Dirceu, Cardarelli e Itamar; Paulinho, Cardoso, Gomes, Bazani e Boquita. Técnico: Djalma Bonini (Picolin)



Segunda vitória da Ferroviária no “Moisés Lucarelli”

Jogo – Ponte Preta 1 x 2 Ferroviária

Ferroviária 1958 - Em pé: Fia, Porunga, Antoninho, Elcias, Dirceu e Lourenço
Agachados: Araraquara, Baiano, Otávio, Bazani e Alípio
Data – 25 de maio de 1958

Finalidade – Campeonato Paulista/Primeiro Turno

Árbitro – Telêmaco Pompeu

Renda – Cr$ 66.300,00

Gol da Ponte Preta – Bibe, 25’/1º

Gols da Ferroviária – Bazani, 4’/2º e Alípio, 26’/2º

Ponte Preta – Valdir; Derém e Carlito Roberto; Wilse, Pitico e Carlinhos; Nelsinho, Aírton, Paulinho, Bibe e Colombo. Técnico: Jim Lopes

Ferroviária – Fia; Porunga e Helcias; Dirceu, Antoninho e Lourenço; Araraquara, Nivaldo, Baiano, Bazani e Alípio. Técnico: João Lima



Terceira vitória da Ferroviária no “Moisés Lucarelli”

Jogo – Ponte Preta 1 x 2 Ferroviária

Em pé: Dorival, Galhardo, Fogueira, Zé Maria, Rodrigues e Rubens Salles.
Agachados: Antoninho, Alencar, Tales, Capitão e Pio.


Data – 19 de maio de 1965, quarta-feira à noite

Finalidade – Amistoso Estadual

Árbitro – Abílio de Carvalho

Renda – Cr$ 1.295.500,00

Gol da Ponte Preta – Da Silva (pênalti)

Gols da Ferroviária – Bazani e Celso (contra)

Ponte Preta – Dado; Valmir e Edson; Bebeto, Celso e Beto; Passarinho, Cristóvão, Rodrigues, Da Silva e Zé Francisco. Técnico: Begliomini

Ferroviária – Toninho; Geraldo e Rossi; Rodrigues, Fernando Sátiro e Galvão; Dejair, Tales, Capitão, Bazani e Pio. Técnico: Armando Renganeschi



Quarta vitória da Ferroviária no “Moisés Lucarelli”

Jogo – Ponte Preta 0 x 1 Ferroviária

Ferroviária 1979 - Em pé: Sérgio Miranda, Marinho, Samuel, Carlos,
Wilson Carrasco e Sérgio Bergantin;
Agachados: Tatinho, João Carlos Beijoca, Tite, A
demir e Zé Roberto (Museu da AFE: Augustinho F. Luiz)
Data – 07 de novembro de 1979, quarta-feira

Finalidade – Campeonato Paulista/Semifinais (2ª Fase)

Árbitro – Romualdo Arppi Filho

Renda – Cr$ 347.930,00

Público – 7.369 pagantes e 1.089 menores

Gol – Douglas Onça, 23’/1º

Ponte Preta – Carlos; Edson, Juninho, Nenê e Odirlei; Vanderlei, Marco Aurélio e Dicá; Brinda (Toninho), Osvaldo (Chicão) e João Paulo

Ferroviária – Tião; Carlos, Sabará, Samuel e Luís Florêncio; Nandes, Douglas Onça e Paulo César; Bispo (Toninho), Serginho e Galdino. Técnico: Sérgio Clérice



Quinta vitória da Ferroviária no “Moisés Lucarelli”

Jogo – Ponte Preta 0 x 1 Ferroviária

Em pé: Marinho Paranaense; Abelha; Vica; Hermínio; Zilinho ; Divino;
Armandão(massagista); José Carlos  Porsani (diretor social)

Agachados:  Marinho Rã; Miltinho;  Douglas Neves;
Sidinei Alástico;  Claudinho.
Data – 10 de outubro de 1982, domingo à tarde

Finalidade – Campeonato Paulista/Segundo Turno

Árbitro – José Novaes

Renda – Cr$ 580.000,00

Público – 2.212 pagantes

Gol – Zé Roberto, 10’/2º

Ponte Preta – Carlos; Edson, Valmir, Nenê e Everaldo; Sílvio, Osvaldo (Osni) e Dicá; Celso, Chicão (Abel) e Ângelo. Técnico: Dudu

Ferroviária – Luís Fernando; Marinho Paranaense, Fernando, Pinheirense e Divino; Wilson, Douglas Onça e Zé Roberto; Claudinho (Zilinho), Marcão e Bozó (Fantato). Técnico: Diéde Lameiro



Sexta vitória da Ferroviária no “Moisés Lucarelli”

Jogo – Ponte Preta 1 x 2 Ferroviária

Ferroviária 1990 . Em pé estão doutor Paschoalino, Edmir, Narciso,
Walace, Ditinho, Ferrugem, André, Fito Neves, Alcinei, Bustamante,
Lula, Rui e Milton Cardoso; agachados: Gilmar, Alaor, Vanderlei,
Ica, Paulo Américo, Paulinho Taiuva e Robison
Data – 25 de março de 1990

Finalidade – Campeonato Paulista/Segundo Turno

Árbitro – José Aparecido de Oliveira

Renda – Cr$ 234.500,00

Público – 2.623 pagantes e 237 menores

Gol da Ponte Preta – Ernani, 26’/2º

Gols da Ferroviária – Vanderlei, 33’/1º e Vonei, 29’/2º

Ponte Preta – Brigatti; Roberto Teixeira, Júnior, Pedro Luís e Carlinhos; Sílvio, Tuca (Wilson) e Ernani; Nicolau (Nanje), Zé Carlos e Vagner. Técnico: Nicanor de Carvalho

Ferroviária – Narciso; Wallace, Vilmar (Paulinho Oliveira), Alexandre e China; Helinho, Vanderlei, Donato e Celinho; Hamilton e Adil (Vonei). Técnico: Vail Motta


Fonte: Acervo de “Ferroviária em Campo”
Fotos: Museu da AFE e internet.


Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário