sexta-feira, 4 de novembro de 2016

TONINHO, GOLEIRO DA FERROVIÁRIA NA PRIMEIRA METADE DA DÉCADA DE 60




Um guardião firme, seguro, que se colocava muito bem e não fazia defesas aparatosas. Discreto, garantiu o arco grená com esmero e presteza. Atuou na AFE de 1961 a 1965. Alcançou anos gloriosos da Locomotiva. 1965, na despedida, foi um ano de exceção na trajetória afeana. Seu currículo no clube se insere entre os de maior eficiência e aplicação.



Lúcio Antônio Evangelista, ou Toninho Evangelista, também respondia, entre os amigos e colegas, pelo apelido de Muchila (ou Mochila?). Nascido na bela cidade de Valinhos (SP), no dia 12 de outubro de 1939, Toninho vive em sua terra natal. Deixou, entre os torcedores da AFE que o viram atuar, a melhor das lembranças. Além da Ferroviária, o guardião Toninho atuou também no Botafogo de Ribeirão Preto.




FERROVIÁRIA EM CAMPO orgulha-se de saudá-lo e felicitá-lo.

Toninho e Peixinho


Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário