sábado, 8 de outubro de 2016

FERROVIÁRIA GOLEIA O SANTOS PELA COPA PAULISTA






Bruno Lopes
Não foi simplesmente uma vitória, mas uma vitória por expressiva diferença de tentos. Um prêmio para uma equipe que se lançou ao ataque determinada, abriu a contagem aos 9 minutos, sofreu o tento de empate dois minutos depois, mas não se abalou. Seguiu jogando em progressão, sabendo que a vitória teria de ser procurada a todo custo. E os gols foram acontecendo, mostrando a habilidade e poder de conclusão de Bruno Lopes, que assinalou dois tentos, e uma particularidade que mostra a versatilidade do elenco afeano: os outros três gols foram marcados por homens de defesa. 

Dois de bola parada, pela habilidade do lateral Willian Cordeiro, que cobrou uma falta com perfeição, endereçando o esférico para o ângulo esquerdo de Preto, e cobrou uma penalidade máxima com incrível categoria, esperando o goleiro santista escolher o canto esquerdo e mandar placidamente a pelota para o canto direito da meta praiana.


E a retaguarda da AFE acabou fazendo mais gols que o ataque, pois Luan também guardou o seu.
                                               
                

Lances polêmicos marcaram o primeiro período de jogo. Primeiro, quando o Santos empatou, o assistente sustentou a sua bandeirinha erguida, mas o árbitro não acompanhou a marcação de seu auxiliar e confirmou o primeiro tento do Santos. Depois, quando a Ferroviária concluiu com sucesso para a meta e o outro assistente marcou impedimento, o que foi corroborado pelo árbitro ensejando uma chiadeira generalizada nas arquibancadas da bela Arena Fonte Luminosa.


A Ferroviária realizou uma partida muito boa, mostrou força e se impôs sem nenhuma contestação, praticamente alijando o Santos, mas a luta dentro do grupo se mostra ainda difícil, pois Bragantino e Grêmio Catanduvense se mantêm nas disputas. Enfim, no feriado de quarta-feira, quando jogará em Bragança Paulista, contra o Bragantino, a partir das 15 horas, a Ferroviária deverá valer-se dos mesmos predicados mostrados na noite deste sábado, tentando com a mesma galhardia obter um bom resultado, o que deixaria a sua qualificação para o mata-mata muito bem encaminhada.


A se enaltecer a boa atuação de todo o time, mas a se destacar em especial as qualidades de "matador" do atacante Bruno Lopes, além das virtudes técnicas e de habilidade do lateral Willian Cordeiro. Enfim, o time de Antônio Picoli volta a animar os torcedores da Ferroviária, que deixaram a Arena confiantes numa sequência vitoriosa da equipe na campanha interessante que vem sustentando dentro da Copa Paulista.




FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 5 x 2 SANTOS B

Local: Arena Fonte Luminosa, Araraquara;
Data/Horário: Sábado, 8 de outubro, 18h30;
Arbitragem: Rafael Gomes Felix da Silva, auxiliado por Luís Alexandre Nilsen e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva.
Público: 1.022 pagantes;
Cartões amarelos: Wellington e Elder Santana (Ferroviária); Natan, Diogo Vítor, Preto, Rafael Oller e Orinho (Santos B);
Gols: Bruno Lopes (9’ do 1º T e 11’ do 2º T), Willian Cordeiro (25’ do 1º T e 4’ do 2º T) e Luan (30’ do 1º T) para a Ferroviária; Léo Coelho (10’ do 1º T) e Rafael Oller (9’ do 2º T) para o Santos B;

FERROVIÁRIA - Matheus; Willian Cordeiro, Patrick (Ademir), Luan, Sávio; Rafael Castro, Kaio Fernando (Arthur) e Kelvy; Elder Santana (Fabrício), Bruno Lopes e Wellington. Técnico: Antônio Picoli.

SANTOS B - Preto; Léo Coelho, Diego Silva, Wesley (Kaíque) e Orinho; Natan (Kesley), João Igor, Thaciano e Matheus Nolasco (Matheus Augusto); Diogo Vítor e Rafael Oller. Técnico: Kleiton Lima.







Fontes:
Fotos Atletas: Ferroviária SA
Ficha - Portal Morada - André de Souza


Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali  

Nenhum comentário:

Postar um comentário