segunda-feira, 29 de agosto de 2016

JAÚ PRESTIGIA... E O "ZEZINHO MAGALHÃES" VIRA UMA FESTA COM OS JOGOS DO XV





A cidade de Jaú encampou a causa do XV de Novembro local. O estádio "Zezinho Magalhães" tem recebido milhares de torcedores em todas as apresentações do Galo da Comarca.

Ontem, domingo, não foi diferente. Mesmo com o XV já classificado para a etapa seguinte da Segunda Divisão, mais de 6 mil torcedores compareceram ao estádio e vibraram com o jogo.

Antes da partida, um fato que se dava antigamente, em todas as apresentações da Ferroviária na Fonte Luminosa, quando o time entrava em campo: um foguetório e tanto...

Quase todo mundo sob um sol escaldante, pois praticamente ninguém ficava sob cobertura, sentia-se um entusiasmo muito grande entre os esportistas.




O XV não fez uma exibição que empolgasse a massa. Depois de um primeiro tempo de qualidade técnica muito baixa, o segundo período apresentou lances de emoção pela voluntariedade dos jogadores.

Após quase tomar um gol, nos minutos iniciais da etapa final, o XV realizou um bom ataque pela esquerda e o cruzamento para o miolo de ataque resultou em finalização bem sucedida: o quinze abria o escore aos 7 minutos, para júbilo da massa do Galo.




Mas, o time continuou jogando mal. E o Taboão da Serra, precisando da vitória, lançou-se ao ataque com todo fôlego. Somente ao final do espetáculo, para maior dramaticidade, aconteceria a definição do cotejo.

Aos 40, depois de uma falha da zaga do XV, o Taboão aproveitou a sobra e concluiu em belo estilo, empatando a partida. Quando se imaginava que o empate seria o resultado final, eis que, aos 50 minutos (!), o Taboão alcançou a vitória em conclusão por cobertura, para delírio de seus jogadores, do banco de reservas e da pequena torcida  de Taboão da Serra que compareceu ao "Zezinho".



A torcida quinzista, incrédula, saiu do estádio decepcionada. Mas o XV está classificado para as Quartas de Final e volta a jogar em casa, domingo cedo, contra a Santacruzense. Aí, trata-se de jogo de decisão... e não pode haver novo titubeio, pois o jogo de volta, em Santa Cruz do Rio Pardo, certamente será bem mais difícil.


Enfim, embora sendo Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a cidade de Jaú está com o XV e proporciona belos espetáculos do lado de fora do gramado. Ao XV, resta corresponder dentro das quatro linhas.


Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário