sábado, 20 de agosto de 2016

FERROVIÁRIA GANHA UM JOGO DIFICÍLIMO... E PASSA A SER O ÚNICO TIME QUE AINDA NÃO TOMOU GOL







O Rio Claro veio a Araraquara disposto a não dar espaço para a Ferroviária desenvolver o seu jogo. Teve  mais posse de bola e finalizou mais, mas seus jogadores estavam descalibrados nos chutes.

A Ferroviária passou quase o jogo todo se defendendo, sem encontrar meios para avançar. Foi feliz quando, aos 37 minutos da primeira etapa, numa bola cruzada, Wellington cabeceou no cantinho direito  do goleiro Lucas e anotou o único tento do jogo.

A sorte esteve a favor dos grenás quando, aos 31 minutos do segundo período, o Rio Claro desperdiçou um pênalti, chutando a pelota na trave; na volta, a bola tocou no goleiro Matheus e a defesa conjurou o perigo.

O resultado foi muito importante para a Ferroviária, que fica a dois pontos do líder do grupo, o próprio Rio Claro, tendo um jogo a mais para fazer e podendo, então, assumir a liderança.



DEFESA, O PONTO ALTO

Está claro que o técnico Antônio Picoli prioriza o sistema defensivo. Estabiliza a retaguarda e só aí tenta as investidas ofensivas. Em São Carlos o time foi pressionado durante cerca de 20 minutos e só após isso determinou-se ao ataque.

Hoje, o assédio do adversário durou o tempo todo do jogo. A Ferroviária praticamente limitou-se a se defender. Não conseguiu evoluir em suas tentativas de frente, sendo invariavelmente contida pelo antagonista. Pelas circunstâncias do jogo, o resultado positivo foi uma conquista maiúscula. Mas o time precisa crescer mais na competição se quiser avançar até fases mais importantes. Da primeira para a segunda fase está praticamente garantido.

Com o gol marcado contra o Rio Claro, Wellington chega a cinco tentos e se firma ainda mais como o artilheiro do time. Habilidoso e oportunista, não deixou escapar a única chance real para finalizar com êxito.






FICHA TÉCNICA

Ferroviária 1 x 0 Rio Claro FC
Campeonato: 9ª rodada da Copa Paulista
Local: Arena da Fonte, em Araraquara
Gol: Wellington (cabeça) aos 37’/1T (Ferroviária)
Público: 570 pagantes
Renda: R$ 6.500,00
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Risser Jarussi Corrêa e Rafael Tadeu Alves de Souza
Cartões amarelos: Ian (Ferroviária) e Juan Felipe e Moisés (Rio Claro FC)

Ferroviária 
Matheus; Ian, Raniele, Luan e Sávio; Ademir, Kaio (João Lucas), Elder Santana e Diego Souza (Igor); Wellington (Renato Xavier) e Gustavo Henrique. Técnico: Antonio Picoli.

Rio Claro FC: 
Lucas Frigeri; Hudson, Odair Lucas, João Gabriel e Welington Carioca; Juan Felipe, Nata, Moisés (Johnny) e Samuel (Lucas Xavier); Evandro (Franco) e Medina. Técnico: Sérgio Guedes.


CONTRA O BAFO, NOVO DESAFIO

O próximo compromisso da Ferroviária, no final de semana, será em Ribeirão Preto, contra o Comercial, em desafio que se afigura como dos mais difíceis. No jogo da Arena, o Bafo arrancou um empate.


Fonte:
Ficha técnica: Futebol Interior

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário