quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

OITO ANOS SEM ALDO COMITO


Aldo Comito com os filhos... João Carlos Comitto e Aldo Comito Júnior


Está fazendo, neste dia 21 de janeiro de 2016, oito anos que Aldo Comito encerrou o seu ciclo existencial.

Deixou uma enorme legião de admiradores pelo carisma que irradiava.

Agregador, Aldo transmitia otimismo e somava seguidores que lhe devotavam fidelidade irrestrita.

Aldo Comito
Vencedor, o presidente com maior número de conquistas da história da Ferroviária, Aldo Comito assumiu a agremiação pouco depois de seu rebaixamento, no final de 1965.

Como primeiro presidente "não-engenheiro", Aldo soube trabalhar e reconduzir a Locomotiva para os trilhos do triunfo.

Logo em 1966, sob seu comando, a Ferroviária sagrava-se campeã da Primeira Divisão, voltando para a Divisão Especial em jornada consagradora.

Nos anos subsequentes, a AFE alcançava o tricampeonato do Interior do certame bandeirante.

Foi de 1967 a 1969, quando os afeanos ganharam em definitivo o Troféu Folha de S. Paulo.

Em 1967, outro feito de destaque, antes do Paulistão: tricampeã de torneios quadrangulares contra equipes de projeção no cenário nacional.

Aldo Comito
Aldo Comito sempre cercou-se de pessoas competentes, dando-lhes as melhores condições para, juntos, desenvolverem jornadas vitoriosas.

A história da Ferroviária registra os feitos de Aldo Comito e seus colaboradores... uma história engrandecida por conquistas memoráveis, indelevelmente marcadas na memória dos esportistas que tiveram a felicidade de conhecer e prestigiar o fastígio vivido pela Associação Ferroviária de Esportes nos tempos do grande comandante.

No oitavo aniversário de sua morte, reverenciamos Aldo Comito, um dos grandes personagens da história de nossa Araraquara.


Texto: Vicente Henrique Baroffaldi
Fotos: Sala Paschoal da Rocha / Museu da AFE

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário