quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

GYLMAR E ROSAN, GOLEIRAÇOS!


A foto estampada na Revista do Esporte, numa das edições de 1959, mostra dois dos maiores goleiros do país, naquela época.






Gylmar dos Santos Neves, cuja carreira foi iniciada no Jabaquara, e que depois jogaria por muitos anos em dois grandes clubes – Corinthians e Santos -, serviu à Seleção Brasileira, sendo campeão do mundo em 1958 e bi em 1962. Realizou, pela seleção nacional, 94 jogos.

Florisvaldo Rosan, natural de São José do Rio Preto, começou no Rio Preto, destacou-se sobremaneira na Ferroviária e foi contratado pelo Palmeiras; serviu à Prudentina, Santos, Comercial...

Por ocasião da foto da Revista do Esporte, em 1959, Gylmar vinha de um sucesso estupendo na defesa da meta da Seleção Brasileira, campeã do mundo pela primeira vez em 1958.

E Rosan fechava o gol da Ferroviária, realizando uma série incrível de excelentes exibições, garantindo muitos resultados magníficos da Locomotiva.

Aliás, em 1959 a Locomotiva realizou aquele que é considerado por muitos como o seu melhor Campeonato Paulista. Chegou a ficar 12 jogos sem perder na Fonte: do primeiro ao décimo segundo jogo, foram 12 vitórias. Um feito até hoje jamais repetido.

 
Nota: “Ferroviária em Campo” agradece ao escritor e articulista da revista Placar, José Renato Sátiro Santiago, pela gentileza da cessão da foto que ilustra esta matéria.


Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário