domingo, 27 de dezembro de 2015

PARADA NA REVISTA DO ESPORTE


A Revista do Esporte, publicação carioca que circulou por muitos anos, durante a década de 1960, tinha uma seção chamada Raios X de Corpo Inteiro, na qual eram citadas muitas frases curtas com as preferências dos jogadores que mais se destacavam.

O torcedor ficava sabendo de vários detalhes que mostravam como era a rotina de vida dos atletas.




PARADA, que se iniciou no Nacional A.C. da capital, e que se transferiu para o Palmeiras, veio do Verdão para a Ferroviária, onde assinalou muitos tentos. Era um centroavante de boa qualidade técnica, um finalizador certeiro. Na AFE, Parada permaneceu de 1961 a 1963. Jogaria depois no Bangu do Rio, clube que, naquela época, disputava títulos no Campeonato Carioca.

Embora aparecendo na foto com a camisa do Palmeiras, Parada era defensor da Locomotiva, em 1961, quando dessa edição nº 139 da Revista do Esporte.

Provando que a Ferroviária de Araraquara era um time em destaque no futebol paulista, uma revista carioca - a maior do esporte, na época - colocava os afeanos em evidência, abrindo espaço para os seus melhores jogadores. 
Foi assim com Parada, Bazani, Dudu, Rosan, além de outros.

Obs.: A página da Revista do Esporte de 1961 foi gentilmente cedida por José Renato Sátiro Santiago, escritor e repórter da revista Placar.

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Um comentário:

  1. Gostaria de saber se alguém pode me informar quantos gols o Parada fez pela Ferroviária e se for possível, em toda a carreira profissional. Obrigado.

    ResponderExcluir