terça-feira, 22 de dezembro de 2015

HISTÓRIA - FERROVIÁRIA EM CAMPO NA EUROPA: O EMPATE DOS AFEANOS CONTRA O SPORTING





A primeira excursão da Ferroviária ao exterior, no ano de 1960, revestiu-se de absoluto sucesso. Atuando na Europa e na África, os afeanos realizaram 20 jogos, conseguindo 17 vitórias, 2 empates, e sendo derrotados apenas uma vez, contra o Sporting Clube de Portugal, pela contagem mínima, em jogo no qual os brasileiros se sentiram muito prejudicados.

Uma semana após a efetivação desse jogo contra o Sporting, houve um novo confronto entre os times, em 10 de maio de 1960.

A grande esquadra lusitana do Sporting (de jaqueta com listras horizontais em verde e branco) tinha em seu time os jogadores brasileiros Faustino e Lúcio, atacante e zagueiro, respectivamente.

A Ferroviária começou com tudo e abriu a contagem logo aos 12 minutos da primeira etapa, através do ponteiro direito Faustino, o Linguiça.

Somente aos 40 minutos do segundo tempo, os “Leões” conseguiram chegar ao empate, em gol marcado por Seminário.

A ilustração desta matéria nos foi fornecida gentilmente por José Renato Sátiro Santiago, autor de diversos livros de sucesso e tio de Fernando Sátiro, o cearense bom de bola que atuou na Locomotiva de 1963 a 1965, pela meia-cancha.


Ficha técnica

Sporting 1 x 1 Ferroviária

10 de maio de 1960
Estádio Alvalade, Lisboa (Portugal)
Amistoso Internacional
Expulsão: Porunga (AFE), aos 32’ do 2º tempo
Gol da Ferroviária: Faustino, aos 12’ do 1º tempo
Gol do Sporting: Seminário, aos 40’ do 2º tempo

Ferroviária – Rosan; Porunga, Antoninho e Cardarelli; Dirceu (Zé Maria) e Rodrigues; Miranda, Dudu, Baiano (Eusébio), Bazani e Faustino. Técnico: José Carlos Bauer

Sporting – Carvalho; Lino, Lúcio e Hilário; Mendes (Ferreira Pinto) e Júlio; Hugo (Moraes), Faustino, Vadinho (Diego), Fernando e Seminário

Nessa primeira excursão ao exterior, a Ferroviária obteve a maior vitória internacional de sua história, contra o Futebol Clube do Porto, por 2 a 0, pondo fim a uma longa invencibilidade do clube português e provocando a dispensa do técnico dos lusitanos.



Fotos: Jose Renato Sátiro Santiago (acervo pessoal)


Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

Nenhum comentário:

Postar um comentário