sexta-feira, 22 de maio de 2015

AFEANOS, A ARENA AJUDA?

(FAZ DOIS ANOS E DOIS MESES QUE O TIME NÃO PERDE NA ARENA, PELO PAULISTA)



Em 6 (seis) anos, 2 (dois) acessos e nenhum descenso

Desde que o estádio da Fonte Luminosa foi transformado em Arena, a Ferroviária disputou seis edições do Campeonato Paulista.

Em 2010, no primeiro ano de “casa” nova, a Locomotiva subiu da A3 para a A2, sagrando-se vice-campeã, perdendo a decisão para o Red Bull (0 a 3 e 2 a 3).

De 2011 a 2014, a Ferroviária disputou a Série A2, não subindo mas também não caindo.

Finalmente em 2015, no sexto ano de Arena, a Ferroviária disputou a A2 e conseguiu o Acesso para a A1, elite do futebol paulista, levantando o título de campeã e com isso garantindo vaga na Copa do Brasil, versão 2016.

Disputou, na Arena, 10 jogos, mantendo-se invicta com nove  vitórias e um empate.

Convém lembrar que a Locomotiva manteve-se invicta na Arena, não apenas no Campeonato Paulista de 2015; também em 2014 ela não perdeu nenhuma na Arena.

A última derrota da Ferroviária, na Arena, pelo certame bandeirante, aconteceu em 16 de março de 2013, para o Audax (0 x 2). Faz 2 anos e 2 meses.

A torcida da Ferroviária já está ficando mal acostumada.

Como curiosidade, destaque-se que os grenás de Araraquara não realizaram na Arena nenhum jogo decisivo para subir.

Em 2010, o jogo decisivo aconteceu em Piracicaba, no empate por 1 x 1; e em 2015, em Guaratinguetá, na vitória por 1 x 0.




Resumindo:

A Ferroviária valeu-se da Arena, como mandante, em seis edições do Campeonato Paulista. Conseguiu dois acessos (2010 e 2015) e não caiu nenhuma vez.

Na Arena, os números da Ferroviária são os seguintes, quando se trata de Campeonato Paulista:

ANO...
SÉRIE
J
V
E
D
GP
GC
SG
2010
A3
14
10
1
3
24
13
11
2011
A2
9
3
1
5
12
17
-5
2012
A2
12
8
2
2
18
11
7
2013
A2
10
3
4
3
11
10
1
2014
A2
9
5
4
0
16
4
12
2015
A2
10
9
1
0
25
6
19
TOTAL
-
64
38
13
13
106
61
45






Fonte:
Acervo pessoal de “Ferroviária em Campo”


Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário