segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

BAZANI, TROFÉUS, 1967





Um ano feliz para a nação grená de Araraquara, em 1967. Três torneios quadrangulares conquistados no início do ano e o título de campeã do Interior, ao final da temporada.

Alguns episódios importantes da Ferroviária, naquele ano, são rememorados no capítulo Acontecências, integrante do livro “Ferroviária em Campo – Breviário Grená”, conforme transcrito a seguir.


 
Crédito: ferroviariadeararaquara.com.br.


58 – BAZANI ERGUE A TAÇA

Na decisão do Quadrangular de Goiânia, a AFE levou a melhor sobre o seu mais tradicional rival, graças a um gol contra logo a dois minutos de jogo. Ao final da partida de Goiânia, o legendário atleta Bazani, capitão grená, recebeu a Taça Baltazar Soares de Castro. (Ferroviária 1 x 0 Botafogo-SP em 9 de abril de 1967). Classificação final do Quadrangular de Goiânia: 1º - Ferroviária, 0 p.p.; 2º - Goiás, 3; 3º - Botafogo (SP), 4; 4º - Vila Nova, 5.



59 – FINALMENTE, O TROFÉU

Botafogo 1 x 2 Ferroviária, dia 9 de julho de 1967 – somente nesse jogo é que o presidente Aldo Comito recebeu, das mãos do presidente do Comercial-RP, o troféu que a AFE fez por merecer pela conquista do Quadrangular realizado naquela cidade e em Araraquara, no início de 1967, após muitas cobranças. Explicando melhor a realização das partidas daquele Torneio: todas elas aconteceram em Ribeirão Preto, à exceção do último compromisso grená, contra o Náutico, que se deu em Araraquara.



64 – UM EMPATE HONROSO E CAMPEÃ DE SÉRIE DO PRÉ-OLÍMPICO

Dia 19 de novembro de 1967, em Campinas: Guarani 0 x 0 Ferroviária – Aos 27 minutos do primeiro tempo, Valdir, da AFE, foi expulso. E aos 39 minutos, também do primeiro tempo, Rossi saiu contundido. A Locomotiva ficou reduzida a nove elementos, sustentando o empate até o final.

Na preliminar desse encontro, a AFE empatou – 1 x 1 – com o Bugre, pelo certame pré-olímpico da FPF, sagrando-se campeã da Série B e adquirindo o direito de disputar o título máximo com o Corinthians. Jovens defensores grenás nesse feito: Sérgio; Pompeu, Antenor, Pastore e Carneiro; Naves e Rui; Robertinho, Muri, Zélio e Amaral. Técnico: Vail Mota.



65 – VITÓRIA SOBRE O VERDÃO E ENTREGA DE FAIXAS

Tarde de domingo feliz na Fonte, em 26 de novembro de 1967. A belíssima vitória da Ferroviária sobre o Palmeiras – 2 x 0 –, com gols de Téia e Rubinho, teve como preliminar mais um show do pré-olímpico da AFE, que goleou o Paulistinha de São Carlos, 4 a 0, gols de Muri, Amaral, Zélio e Natalino. Os grenás receberam as faixas de campeões da Série B do Campeonato Pré-Olímpico da FPF. A base afeana era uma potência, reveladora de bons jogadores em profusão.


ONDE VOCÊ ENCONTRA O LIVRO “FERROVIÁRIA EM CAMPO – BREVIÁRIO GRENÁ”:


 


"FERROVIÁRIA EM CAMPO - BREVIÁRIO GRENÁ"

AUTOR: Vicente Henrique Baroffaldi
ISBN - 978-85-7113-555-00
PÁGINAS: 310
EDITORA: PONTES
VALOR: R$ 35,00 (Livro (30,00 ) + frete (5,00))

PEDIDOS (Para quem reside fora de Araraquara):

ferroviariaemcampo@gmail.com
vicente.baroffaldi@gmail.com
www.facebook.com/ferroviariaemcampo1
(Pagamento via depósito bancário)


LOCAIS À VENDA EM ARARAQUARA: (30,00)

BANCA CENTRAL; Av. Duque esquina com São Bento
VAMOS LER: Rua São Bento - entre Duque e Espanha


Elaboração e edição:  Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário