terça-feira, 16 de dezembro de 2014

“COM LÁGRIMAS NOS OLHOS”

  
Assim a Ferroviária de Araraquara caiu, pela primeira vez, no futebol paulista. Com lágrimas nos olhos de seus jogadores e como consequência da mudança de política no futebol afeano.

A explicação dos fatos é encontrada nos tópicos 51 e 52 do capítulo Acontecências, do livro Ferroviária em Campo – Breviário Grená.

O blog Ferroviária em Campo mostra o inteiro teor desses dois capítulos.



51 – “COM LÁGRIMAS NOS OLHOS”

Ferroviária 1 x 2 Guarani, em 27 de outubro de 1965 – Um “peru” do goleiro Dorival decretou a derrota grená, praticamente sacramentando a sua queda para a Primeira Divisão. Emocionado com os acontecimentos do jogo, que acabaram por envolvê-lo também, o árbitro Olten Aires de Abreu escreveu em seu relatório: “Faço questão de transcrever meus sinceros agradecimentos aos jogadores e diretores da Ferroviária, que vieram me cumprimentar após o jogo. Todos com lágrimas nos olhos e soluços. Foi o maior prêmio de minha carreira!”  Era o tempo em que se tinha brio e amor à camisa. Antes do profissionalismo exacerbado.


Olten Aires de Abreu 


52 – RAZÃO MAIOR DA QUEDA

A Ferroviária era um autêntico celeiro de bons jogadores; sua base, forte, sedimentada na presença de experientes lidadores de futebol, forjadores de atletas e “olheiros” qualificados.

Mas a sustentação desse trabalho foi se tornando difícil, pelos custos, o que ensejou aos dirigentes afeanos a mudança da política do clube, em 1965. Optou por trazer jogadores já formados e em vias de se aposentar, confiando em sua tarimba para garantir a AFE na divisão maior de São Paulo. O fracasso foi total com profissionais que não se identificavam com a agremiação e que não mais reuniam as melhores condições atléticas, como Bececê, Rubens Sales, Capitão, Alencar, Dorival e outros mais, que a torcida “excomungou”, pois o time caiu sem apelação, num descenso previsto já nas primeiras rodadas.


Em pé: Dorival, Galhardo, Fogueira, Zé Maria, Rodrigues e Rubens Salles. Agachados: Antoninho, Alencar, Tales, Capitão e Pio



ONDE VOCÊ ENCONTRA O LIVRO:




"FERROVIÁRIA EM CAMPO - BREVIÁRIO GRENÁ"

AUTOR: Vicente Henrique Baroffaldi
ISBN - 978-85-7113-555-00
PÁGINAS: 310
EDITORA: PONTES
VALOR: R$ 35,00 (Livro (30,00 ) + frete (5,00))

PEDIDOS (Para quem reside fora de Araraquara):

ferroviariaemcampo@gmail.com
vicente.baroffaldi@gmail.com
www.facebook.com/ferroviariaemcampo1
(Pagamento via depósito bancário)


LOCAIS À VENDA EM ARARAQUARA: (30,00)

BANCA CENTRAL; Av. Duque esquina com São Bento
VAMOS LER: Rua São Bento - entre Duque e Espanha


Fotos: Terceiro Tempo

Elaboração e edição:  Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário