sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O ANO DOURADO DAS GUERREIRAS GRENÁS



Elas vestem grená, mas vivem um ano dourado. Em três competições oficiais, duas promovidas pela CBF e uma pela FPF, a participação das Guerreiras afeanas alcançou um nível de extraordinária competência.



Começando pela Copa do Brasil, a Ferroviária/Fundesport levantou o seu primeiro título de caráter nacional com oito vitórias e duas derrotas, assinalando um número incrível de tentos – 50 – contra apenas 4 sofridos. Teve em Adriane Nenê e Ludmila suas principais goleadoras, com 9 gols cada.



No Campeonato Paulista, onde a Ferroviária é a maior ganhadora dentre todas as que já disputaram a importante competição, as comandadas de Douglas Onça ficaram este ano com o vice-campeonato depois de uma renhida disputa com o São José, tendo feito 2 a 0 na Arena e sofrido um revés de 0 a 2 em São José dos Campos, perdendo o título máximo em função da melhor campanha do antagonista, mas exibindo também um futebol de alto quilate. Foram, no Paulista, 11 vitórias contra somente duas derrotas e 3 empates, com 42 gols marcados e só 10 sofridos. Paula e Rafaela Travalão foram as artilheiras do time, com 6 gols cada.



Raquel
E, finalmente, no Campeonato Brasileiro, as Guerreiras estão a um passo da sensacional conquista do título de campeãs, após o desenvolvimento de uma campanha maiúscula, marcada por 9 vitórias e 4 empates. Um time invicto que consignou 34 gols e sofreu apenas 7, tendo em Raquel a sua goleadora exponencial, com 16 gols marcados.

Douglas Onça
Ainda não é campeã, mas depois de estabelecer 3 a 0 em Fraiburgo, no jogo de ida contra o Kindermann, a Ferroviária/Fundesport está muito próxima de nova conquista de vulto, na temporada de 2014, e de forma invicta. Dia 30 de novembro, na Arena Fonte Luminosa, as Guerreiras receberão as catarinenses para o jogo de volta, e a expectativa dos torcedores grenás é de plena, absoluta e total confiança nas garotas de ouro, comandadas pelo craque Douglas Onça, que foi o menino de ouro da Vila Xavier.

A Ferroviária é a maior ganhadora de títulos paulistas – 4 – e este ano parte para a segunda conquista de caráter nacional, iniciando assim uma nova fase, de feitos ainda maiores e mais representativos, criando uma expectativa muito favorável para a sua participação, em 2015, na Taça Libertadores da América.

As duas únicas promoções oficiais da CBF, em 2014, estão sendo levantadas pela Ferroviária, a se confirmar a muito provável conquista do Brasileiro pelas Guerreiras, num feito estupendo que por certo aumentará mais ainda a paixão dos torcedores grenás pelo futebol feminino, que só alegrias lhes tem proporcionado.



Araraquara esportiva, em especial a massa torcedora da Ferroviária, agradece, e como agradece!, a este elenco maravilhoso de futebolistas competentes:

Luciana – Bruna – Daiane – Tayla – Mônica – Géssica – Marina – Dayane – Amanda – Beatriz – Maurine – Raquel – Carol – Rosângela – Cris – Nicoly – Tamara – Karol – Patrícia – Adriane Nenê – Ludmila – Dioneide – Rafaela – Tábatha – Nayarah – Paula – Rafaela Travalão – Thaíni


Texto e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali


Fotos:Guerreiras Grenás; SimNews (Carlos André de Souza)

Nenhum comentário:

Postar um comentário