domingo, 9 de março de 2014

FERROVIÁRIA NA A1: VÃO DIZER QUE AINDA DÁ... E O PIOR É QUE VAMOS CONTINUAR ACREDITANDO


A Locomotiva esteve bem perto do gol, mandou três bolas nas traves e provocou inúmeras defesas de vulto do goleiro oponente, mas não conseguiu sair do zero.


Para a Ferroviária de Araraquara, um péssimo resultado. Para a dignidade do futebol, um resultado salvador. Isso porque a incúria e a irresponsabilidade de dirigentes e empresários iam colocando em jogo o renome e as tradições de mais um clube do nosso futebol, o São José. Ainda em tempo, esses mesmos elementos trataram de corrigir às carreiras os seus desacertos e desencontros e vieram para Araraquara mordidos com os fatores adversos que eles próprios criaram. O São José teve, dentro de campo, a sua imagem resguardada, e nós cá dos lados da Ferrinha ficamos amargando mais um tropeço de um time irregular, que faz 13 gols em 3 jogos e que nos outros 9 assinala somente 6. A AFE se caracteriza pela má distribuição da “riqueza”: muitos gols em poucos jogos e pouquíssimos tentos em outros muitos prélios.

Os números grenás são iguais: 4 vitórias, 4 empates e 4 derrotas. Mas é impressionante o fato de que, em tentos, ela fez quase o dobro do que tomou: 19 x 10. Como se explica, não? 19 x 10 em gols são números de time de ponta. Mas a Ferrinha teima em se situar no meio da tabela: 10º lugar.


ALAN MINEIRO


O número 10 afeano não é apenas o artilheiro da equipe, com seis gols; é, também, o articulador, o assistente, o homem das bolas paradas, enfim, é a alma do time. É, inquestionavelmente, o nome do elenco, enquanto Obina, que começara bem o campeonato, jejua há bom tempo sem consignar novos tentos e se perde em desacertos dentro de campo. Só não é mais visado que Acleisson, pela torcida, porque o povo não esquece o seu gol salvador naquele emocionante jogo decisivo contra o Santo André, em 2013. Em contrapartida, Alan Mineiro tem sido um jogador utilíssimo, juntamente com...


ALCIDES


Um zagueirão de uma tranquilidade monumental. Chega a gelar os torcedores com a sua calma, só que não decepciona. Mantém a sobriedade e com categoria dá conta do recado. Tem sido o esteio da defesa, por sinal uma defesa que faz boa campanha: em 12 jogos, 10 gols sofridos.


ALEXANDRE CAJURU


Embora pouco exigido, o goleiro da Ferroviária fez uma intervenção que garantiu o empate na Arena, quando Leque Leque (!!!)   ficou na cara do gol, livre para finalizar. Cajuru saiu bem, forçou a definição do atacante e defendeu espetacularmente, num momento crucial do jogo.



Campanha

Classif.
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
10º
16
12
4
4
4
19
10
9



Autores dos 19 gols da AFE:

1º - Alan Mineiro, 6;
2º - Jônatas Obina, 5;
3º - Negueba e Milton Júnior, 2;
4º - Miguel Curiel, Alcides, Biro (Batatais), contra, e Thiago Gomes (Marília), contra, 1.


 08.03.14 – Ferroviária 0 x 0 São José
OS JOGOS REALIZADOS PELA AFE

(Nº de ordem – Data –Jogo – Artilheiros da Ferroviária)
1 – 25.01.14 – Ferroviária 2 x 0 Capivariano – Alan Mineiro e Jônatas Obina 

2 – 29.01.14 – União Barbarense 2 x 0 Ferroviária 

3 – 02.02.14 – Monte Azul 2 x 1 Ferroviária – Miguel Curiel 

4 – 05.02.14 – Ferroviária 3 x 0 Grêmio Catanduvense – Alan Mineiro (gol olímpico), Jônatas Obina (pênalti) e Negueba 

5 – 08.02.14 – Santo André 1 x 5 Ferroviária – Alan Mineiro (2) e Jônatas Obina (3) 

6 – 12.02.14 – Velo Clube 1 x 0 Ferroviária

7 – 15.02.14 – Ferroviária 1 x 1 Batatais – Biro (contra)

8 – 19.02.14 – Guarani 2 x 1 Ferroviária – Alcides

9 – 22.02.14 – Ferroviária 1 x 1 Marília – Thiago Gomes (contra)

10 – 26.02.14 – São Bento 0 x 0 Ferroviária

11 – 01.03.14 – Ferroviária 5 x 0 Guaratinguetá – Alan Mineiro (2), Milton Júnior (2) e Negueba

12 – 08.03.14 – Ferroviária 0 x 0 São José


 08.03.14 – Ferroviária 0 x 0 São José

FICHA TÉCNICA DO ÚLTIMO COMPROMISSO

Jogo – Ferroviária 0 x 0 São José

Data – 08 de março de 2014, sábado, 10 horas
Local – Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Finalidade – Campeonato Paulista, Série A2
Árbitro – Maurício Antônio Fioretti
Renda – R$ 11.460,00
Público – 849 pagantes

Ferroviária – Alexandre Cajuru; Niander, Alcides, Rafael Goiano e Guilherme Batata; Milton Júnior (Roberto), Acleisson, Thiago Silva (Negueba) e Alan Mineiro; Jônatas Obina e Wilson Júnior (Schumacher). Técnico: Antônio Picoli

São José – Ramón; Leandro Ratinho (Gabriel), Ícaro, Rodrigão e William; Olavo, Dê Bahia, Dinho Souza e Huan (Eron); Anderson Ligeiro e Rômulo (André Felipe). Técnico: Jura Fattori
 
 08.03.14 – Ferroviária 0 x 0 São José
Fontes:

futebolpaulista.com.br (site oficial da FPF);
simnews (André de Souza);
futebolinterior.com.br;
arquivo pessoal.
Fotos: Ferroviária em Campo
Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali


Nenhum comentário:

Postar um comentário