quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

“FOI ELE, FOI ELE SIM, FOI ELE QUE COMPROU O PAULO BIN.”


Ferroviária 1969: Em pé, da esquerda para à direita: Baiano, Carlos Alberto Alimári, Zé Carlos "Cuié", Bebeto, Muri e Fernando. Agachados, da esquerda para à direita: Peixinho, Zé Luiz, Paulo Bim, Bazzani e Pio

.
Cleiton Paulo Bin Netto

Nascido em 23 de março de 1941
Natural de Guararapes (SP)
Atacante

Clubes: Osvaldo Cruz (1961/62); Ferroviária (1963); Comercial (1963/67); Vasco da Gama-RJ (1967); Santos (1968), Ferroviária (1968/69); encerrou prematuramente a carreira; voltou para o Comercial (1972/75).

PAULO BIN começou a carreira em Osvaldo Cruz, vindo em seguida para a Ferroviária, onde atuou em 1963. No ano seguinte, foi para o Comercial de Ribeirão Preto, vindo Hugo para a AFE.

Depois de passar pelo Comercial (onde teve o melhor período de sua carreira), Vasco da Gama e Santos, Paulo Bin voltaria para a Ferrinha, participando da excursão ao exterior em 1968 e disputando o Campeonato Paulista em 1969.

Em sua primeira passagem pela Locomotiva, em 1963, o atacante goleador marcou 12 gols no Campeonato Paulista, sendo que, em dois jogos seguidos contra times grandes, ele anotou cinco gols, dois contra o Palmeiras e três contra o Corinthians.

No site de Rafael Gonçalves, RG do Gol.com, vamos encontrar um relato interessante a respeito de Paulo Bin, quando de sua vinda à Ferroviária
.
Eis o texto:
Paulo Bin sempre foi sinônimo de alegria para os torcedores. E não só do Comercial. Contratado do Osvaldo Cruz pela Ferroviária, em 1963, o atacante ganhou uma marchinha de Carnaval que se tornou sucesso nos salões de Araraquara.

‘Foi ele, foi ele sim, foi ele que comprou o Paulo Bin’,
dizia o refrão, referindo-se ao presidente da época, da Ferroviária, Pereira Lima.”


Os gols de Paulo Bin pela AFE
Com a camisa grená, Paulo Bin anotou 14 gols no Campeonato Paulista (em 1963 e 69), 2 gols na excursão de 1968 ao exterior, além de muitos gols em amistosos.

Eis os seus gols em jogos oficiais de competição e também pela excursão de 1968:

1963 (Campeonato Paulista)
25.09.63 – Ferroviária 2 x 0 São Bento – 2 gols
29.09.63 – XV de Piracicaba 4 x 2 Ferroviária – 1 gol
05.10.63 – Noroeste 1 x 1 Ferroviária – 1 gol
12.10.63 – Comercial 2 x 1 Ferroviária – 1 gol
16.10.63 – Ferroviária 4 x 0 Botafogo – 1 gol
19.10.63 – Ferroviária 3 x 4 Palmeiras – 2 gols
23.10.63 – Ferroviária 3 x 3 Corinthians – 3 gols
12.12.63 – São Paulo 5 x 1 Ferroviária – 1 gol

1968 (excursão)
26.11.68 – Comunicaciones (Guatemala) 0 x 2 Ferroviária – 1 gol
13.12.68 – Atlético de Bucaramanga (Colômbia) 0 x 2 Ferroviária – 1 gol

1969 (Campeonato Paulista)
21.05.69 – Ferroviária 1 x 2 Botafogo – 1 gol
28.05.69 – Ferroviária 1 x 1 Portuguesa Santista – 1 gol

Paulo Bin participou da conquista do tricampeonato do interior, em 1969, atuando em 15 dos 26 jogos disputados pela Ferroviária.


EM CINCO DIAS, CINCO GOLS CONTRA PALMEIRAS E CORINTHIANS

Exibimos aqui as fichas técnicas de dois grandes jogos do Campeonato Paulista de 1963, realizados  no espaço de cinco dias, nos quais a Ferroviária enfrentou Palmeiras e Corinthians, com o artilheiro Paulo Bin marcando cinco tentos.

Jogo – Ferroviária 3 x 4 Palmeiras

Data – 19 de outubro de 1963, sábado à noite
Local – Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Finalidade – Campeonato Paulista /Segundo Turno
Árbitro – Armando Marques
Renda – Cr$ 2.104.200,00
Gols da AFE – Paulo Bim, 29’/1º; Tales, 35’ e Paulo Bim, 39’ do 2º tempo
Gols do Palmeiras – Nilo, 9’/1º; Ademir, 3’, Gildo, 15’ e Vavá, 28’ do 2º tempo
Ferroviária – Toninho; Geraldo Scalera, Fogueira e Galhardo; Dudu e Rodrigues; Peixinho, Paulo Bim, Tales, Capitão e Ari.  Técnico, Floreal Garro
Palmeiras – Picasso; Ferrari, Djalma Dias e Vicente; Zequinha e Valdemar; Gildo, Servílio, Vavá, Ademir da Guia e Nilo

Jogo – Ferroviária 3 x 3 Corinthians

Data – 23 de outubro de 1963, quarta-feira à noite
Local – Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Finalidade – Campeonato Paulista/Segundo Turno
Árbitro – Carlos Drummond da Costa
Renda – Cr$ 1.414.400,00
Gols da AFE – Paulo Bim, 27’ e 33’ do 1º tempo; e 33’ do 2º tempo
Gols do Corinthians – Ferreirinha, Lima e Nei
Ferroviária – Toninho/ Geraldo Scalera, Fogueira e Galhardo; Dudu e Rodrigues; Peixinho, Tales, Paulo Bim, Fernando Sátiro e Ari. Técnico, Floreal Garro
Corinthians – Heitor; Augusto, Eduardo e Ari; Ferreirinha e Cláudio; Davi, Silva, Nei, Bazzani e Lima


Fontes:

- Acervo pessoal


Foto: Que Fim Levou? Milton Neves.

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário