quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

GRANDES GOLEADAS GRENÁS

                           Santos 1 x 5 Ferroviária - 08.12.63 - Acervo Folha

As 14 goleadas que a Ferroviária de Araraquara impôs aos grandes clubes são mostradas aqui, para orgulho e satisfação dos saudosistas.
Entre elas, a primeira foi contra o Fluminense, atualmente muito criticado por ser o clube do “tapetão”. Foi uma “lavada” de 5 a 1 para a AFE.
A maior vítima de goleadas grenás foi o Santos F.C., que em seis oportunidades perdeu por diferença de três ou mais tentos.
Destaque para a maiúscula vitória internacional obtida pelos afeanos, contra o então vice-campeão italiano, o Napoli. Dias antes, o time napolitano havia empatado com Palmeiras e Ponte Preta, por 1 a 1.
O Corinthians foi goleado pela Ferroviária em duas oportunidades, pelo mesmo placar: 4 a 1, em jogos na capital.
Palmeiras e São Paulo também levaram de 4 a 1, jogando em seus domínios.
Com o Santos, então, foi mais elástico ainda o placar, em plena Vila Belmiro: 5 a 1.
Principais goleadores da Ferrinha nesses 14 jogos de inspiração: Bazani, 9 gols; Peixinho e Zé Luiz, 5; Téia, Parada, Tales e Baiano, 3.
  

                             Corinthians 1 x 4 Ferroviária - 01.06.68 - acervo folha


FICHAS TÉCNICAS DAS SONORAS GOLEADAS GRENÁS

Ferroviária 5 x 1 Fluminense (RJ)

16.03.60, quarta-feira (noite); Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Amistoso Interestadual; Árbitro: João Rodrigues; Gols: Baiano (2), Faustino, Bazzani e Dudu p/ a AFE; Jair Francisco p/ o Flu; Ferroviária: Rosan (Fia); Porunga (Cardarelli), Antoninho e Walter; Dirceu (Zé Maria) e Rodrigues; Amaral, Baiano (Palico), Bazzani, Dudu e Faustino; Fluminense: Castilho; Jair Marinho, Hércules e Altair; Edmilson (Jair Santana) e Clóvis; Maurinho (Almir), Paulinho, Wilson (Romeu), Jair Francisco e Escurinho (Maurinho).

Ferroviária 4 x 0 Santos

04.09.60, domingo; Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Campeonato Paulista/Primeiro Turno; Árbitro: Stefan Walter Glanz; Gols: Antoninho, Dalmo (contra), Baiano e Faustino; Ferroviária: Fia; Zé Maria, Antoninho e Lucas; Dirceu e Rodrigues; Faustino, Dudu, Baiano, Bazzani e Benny; Santos: Laércio; Getúlio, Mauro e Dalmo; Zito e Formiga; Dorval, Ney, Pagão (Sormani), Pelé e Tite.

Palmeiras 1 x 4 Ferroviária

10.12.60, sábado (tarde); Parque Antarctica, São Paulo (SP); Campeonato Paulista/Segundo Turno; Árbitro: Catão Montez Júnior; Gols: Bazzani 41 do 1º, Pimentel 1 e 21 e Bazzani 35 do 2º p/ a AFE; Chinesinho 15 do 2º p/ o Palmeiras; Palmeiras: Valdir; Djalma Santos, Waldemar e Jorge; Perinho e Clóvis; Julinho, Humberto, Romeiro, Chinesinho e Cruz. Técnico: Osvaldo Brandão; Ferroviária: Fia; Porunga, Antoninho e Walter; Pimentel e Rodrigues; Faustino, Palico (Dirceu), Baiano, Dudu e Bazzani. Técnico: José Agnelli.

Corinthians 1 x 4 Ferroviária

25.03.62, domingo (tarde); Parque São Jorge, São Paulo (SP); Amistoso Estadual; Árbitro: Catão Montez Júnior; Gols: Bazzani 4 e Laerte 24 do 1º, Benny 22 e Parada (pênalti) 43 do 2º p/ a AFE; Cássio p/ o Corinthians; Corinthians: Aldo; Valmir, Clóvis (Augusto) e Ari; Sidney (Cássio) e Oreco; Espanhol, Silva, Beirute, Rafael e Gélson (Neves); Ferroviária: Toninho; Ismael, Antoninho e Zé Maria; Dudu e Mário; Peixinho, Laerte (Aurélio), Parada, Bazzani e Benny.

Ferroviária 6 x 2 Palmeiras

20.05.62, domingo (tarde); Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Taça São Paulo/Quartas-de-Final; Árbitro: Anacleto Pietrobon; Gols: Bazzani 7 e 37, Ismael 30 e Aurélio 42 do 1º, Bazzani 28 e Laerte 41 do 2º p/ a AFE; Américo 35 do 1º e Geraldo II 24 do 2º p/ o Palmeiras; Ferroviária: Toninho; Ismael, Antoninho e Zé Maria; Dudu e Rodrigues; Laerte, Aurélio, Parada, Bazzani e Benny (Mateus) Palmeiras: Rosan; Jorge, Sebastião (Valdemar Carabina) e Mané; Flávio (Ademir da Guia) e Jurandir; Gildo, Américo, Geraldo II, Chinesinho e Goiano (Fernando). Técnico: Maurício Cardoso.

São Paulo 1 x 4 Ferroviária

16.08.62, quinta-feira (noite); Pacaembu, São Paulo (SP); Campeonato Paulista/Primeiro Turno; Gols: Parada 2, Davi 28 e Dudu 37 do 1º, Parada 6 do 2º p/ a AFE; Benê 25 do 1º p/ o São Paulo; São Paulo: Suly; De Sordi, Bellini e Riberto; Roberto Dias e Jurandir; Faustino, Prado, Baiano, Benê e Canhoteiro; Ferroviária: Toninho; Geraldo Scalera, Antoninho e Galhardo; Dudu e Rodrigues; Davi, Peixinho, Parada, Bazzani e Benny.

Ferroviária 4 x 1 Santos

01.09.63, domingo; Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Campeonato Paulista/Primeiro Turno; Árbitro: Anacleto Pietrobon; Gols: Lio 41 do 1º, Tales 1 e Peixinho 37 e 43 do 2º p/ a AFE; Pelé 7 do 1º p/ o Santos; Ferroviária: Toninho; Geraldo Scalera, Fogueira e Zé Maria; Dudu e Mário; Peixinho, Lio, Tales, Capitão e Ari. Técnico: Floreal Garro; Santos: Gilmar; Dalmo, Joel Camargo e Geraldino; Zito e Calvet; Dorval, Lima, Coutinho, Pelé e Pepe.

Santos 1 x 5 Ferroviária

08.12.63, domingo (tarde); Vila Belmiro, Santos (SP); Campeonato Paulista/Segundo Turno; Árbitro: Frederico Lopes; Gols: Peixinho (3) e Tales (2) p/ a AFE; Dorval p/ o Santos; Santos: Laércio; Olavo, Joel Camargo e Emilton; Lima e Calvet; Batista, Rossi, Coutinho, Dorval e Pepe; Ferroviária: Aparecido; Geraldo Scalera, Fogueira e Ezequiel; Fernando Sátiro e Rodrigues; Peixinho, Tales, Paulo Bim, Capitão e Souza.

Ferroviária 3 x 0 Palmeiras

29.05.68, quarta-feira (noite); Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Campeonato Paulista/Segundo Turno; Árbitro: José Astolfi; Renda:  Público: 3 185 pagantes; Expulsão: Bebeto (AFE) 30 do 2º; Gols: Téia 18 e 24 do 1º e Zé Luiz 30” do 2º; Ferroviária: Machado; Baiano, Fernando, Rossi e Fogueira; Bebeto e Bazzani (Rodrigues); Valdir (Teodoro), Zé Luiz, Téia e Pio; Palmeiras: Maidana; Geraldo Scalera, Minuca, Osmar (Júlio Amaral) e Ferrari; Dudu e Ademir da Guia; Suingue, Lauro, China e Gildo (Toninho).

Corinthians 1 x 4 Ferroviária

01.06.68, sábado (tarde); Pacaembu, São Paulo (SP); Campeonato Paulista/Segundo Turno; Árbitro: Oscar Scolfaro; Público: 4 163 pagantes; Gols: Maritaca 5 e Bebeto 35 do 1º, Téia 2 e Bazzani 6 do 2º p/ a AFE; Paulo Borges 30 do 2º p/ o Corinthians; Corinthians: Diogo; Osvaldo Cunha, Almeida (Galhardo, depois Clóvis), Luiz Carlos e Maciel; Tião e Rivelino; Buião, Paulo Borges, Tales e Eduardo; Ferroviária: Machado; Baiano, Fernando, Rossi e Fogueira; Bebeto e Bazzani; Valdir, Maritaca, Téia e Pio. Técnico: Diede Lameiro.

Ferroviária 4 x 0 Napoli (Itália)

09.06.68, domingo (tarde); Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Amistoso Internacional; Árbitro: Oscar Scolfaro; Expulsão: Teodoro (AFE) 35 do 2º; Gols: Bebeto 28 do 1º e Zé Luíz 10, 19 e 26 do 2º; Ferroviária: Machado; Baiano, Fernando, Rossi e Fogueira; Bebeto (Teodoro) e Bazzani; Valdir, Maritaca (Zé Luiz), Téia e Pio; Napoli: Gumman; Michele, Pogliano (Nardini), Zulini e Girardo (Montefusco); Stente e Cané; Orlando, Bianchi, Di Giacomo e Bortavi

Ferroviária 4 x 1 Santos

07.03.71, domingo (tarde); Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Campeonato Paulista/Primeiro Turno; Árbitro: José Favilli Neto; Público: 12 704 pagantes; Gols: Lance 18 do 1º, Zé Luiz 13, Bazzani 32 e Nei 34 do 2º p/ a AFE; Douglas 40 do 2º p/ o Santos; Ferroviária: Carlos Alberto; Baiano, Fernando, Ticão e Zé Carlos; Muri (Bazzani) e Ademir; Tonho, Zé Luiz (Nicanor), Lance e Nei. Técnico: Almeida; Santos: Cejas; Orlando, Paulo, Oberdan e Rildo; Clodoaldo (Lima) e Léo; Rogério, Ferreti, Pelé (Douglas) e Edu.

Ferroviária 3 x 0 Santos

25.09.83, domingo, 11 horas; Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Campeonato Paulista, Segundo Turno; Árbitro: Emídio Marques de Mesquita; Público: 4 335 pagantes; Gols: Douglas Onça 2 e Mirandinha 15 do 1º, Cuca 24 do 2º; Ferroviária: Luís Fernando; Orlando, Arouca, Pinheirense e Divino (Zé Rubens); Júnior, Douglas Onça e Cuca; Píter (Felipe), Mirandinha e Claudinho. Técnico: Diede Lameiro; Santos: Marola; Betão, Márcio, Toninho Carlos e Gilberto; Paulo Robson (Serginho Dourado), Paulo Isidoro e Pita; Lino, Claudinho (Paulo Borges)
e João Paulo.

Ferroviária 3 x 0 Santos

14.06.86, sábado; Fonte Luminosa, Araraquara (SP); Campeonato Paulista/Segundo Turno; Árbitro: João Leopoldo Ayeta; Público: 3 774 pagantes; Gols: Ademir Patrício 19 do 1º e 32 do 2º e Donato 23 do 2º ; Ferroviária: Washington; Caíco, Mauro Pastor, Marco Antônio e Nonoca (Nenê); Orlando, Sidnei e Cardim (Ernani Banana); Américo, Ademir Patrício e Donato. Técnico: Bazzani; Santos: Evandro; César, Celso, Pedro Paulo e Paulo Robson; Hugo De León, Dunga e Carlos Alberto Borges; Mazinho, Gerson (Gersinho) e Ribamar. Técnico: Júlio Espinosa.

                  São Paulo 1 x 4 Ferroviária 16.08.62 - Acervo Folha


FONTES:

- O Caminho da Bola, de Rubens Ribeiro/FPF;

- Tópicos do Passado da AFE, do Professor Antônio Jorge Moreira;

- Acervo Folha;

- Revista Placar;

- Arquivo pessoal.

Fotos: Acervo Folha

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

Nenhum comentário:

Postar um comentário