domingo, 27 de outubro de 2013

CLAUDINEI, TÉCNICO DO SANTOS, FOI GOLEIRO DA AFE EM 2003

Matéria publicada pelo LANCENET!

Na cidade onde caiu e encerrou a carreira, Claudinei quer triunfar

Hoje técnico do Santos, Claudinei Oliveira parou de jogar em 2003, após disputar a A3 do Campeonato Paulista e ver o time rebaixado. Agora, contra o rival, quer a vitória

De amarelo, Claudinei há dez anos, jogando em Araraquara (Museu do Futebol e Esportes de Araraquara)
 
A cidade de Araraquara receberá pela primeira vez um clássico entre Corinthians e Santos. A vitória na cidade, portanto, será inédita para qualquer um dos lados. Mas para Claudinei Oliveira, será um pouco mais especial.
 
Há exatos dez anos, o goleiro disputava o seu último campeonato como goleiro profissional. Foi na Série A3, terceira divisão paulista, que o hoje técnico do Santos viveu os seus últimos atos como jogador. Em Araraquara, atuando pela Ferroviária.
 
- Lembro que era uma cidade boa em termos de ambiente, boa de trabalhar, mas infelizmente a temporada não foi boa, pois acabamos rebaixados daquele campeonato. Montamos um elenco para fazer um grande campeonato, mas tinha briga política no clube, um grupo contratava alguns jogadores e outro contratava outros. E o que contratou o técnico queria que escolhessem A ou B. Foi meu último clube, encerrei a carreira aqui - disse ele ao LANCE!Net.
 
Na cidade, apesar da falta de êxito, a passagem ainda é lembrada. A foto do técnico em um time posado, em 2003, está sob poder do Museu de Futebol e Esportes da cidade. E Carlinhos, antigo meia da equipe, se orgulha de dizer para a mãe que jogou lado a lado com o treinador santista.
 
- Ele era um líder, sempre nas reuniões era o cabeça da turma e ajudava os mais jovens que estavam subindo, como eu, que tinha 20 anos. Dava para perceber sua inteligência. Ele sabia bem o que estava querendo. Sou corintiano, mas torço pelo sucesso na carreira dele - disse ele, que parou de jogar em 2007 e que hoje procura emprego.
 
Claudinei admite, porém, que não se recorda dos antigos companheiros de Araraquara. Embora esteja aberto para revê-los:
-Perdi muito contato, pois em 2003 as mídias soicias não eram um negócio tão desenvolvido. Mas se eu puder encontrar algum deles aqui será um prazer - diz.
 
Diante do Corinthians, às 16h, na Arena Fonte Luminosa, o técnico espera, então, obter a alegria que faltou ao término de sua última temporada como atleta:
- Esperamos um bom jogo, que o torcedor do interior presencie um grande espetáculo e que a gente saia com a vitória -projetou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário