quinta-feira, 15 de agosto de 2013

FUTEBOL NACIONAL - BRASILEIRÃO: PÚBLICOS DAS DECISÕES


A decisão do Brasileirão que reuniu maior público foi a de 1983, entre Flamengo e Santos, no Maracanã, com 155.253 pessoas vendo o Mengão levantar o tricampeonato ao fazer o placar de 3 a 0.
O segundo maior público também pertence ao rubronegro carioca e aconteceu em 1980, no jogo Flamengo 3 x 2 Atlético-MG, no primeiro título do Flamengo. Foram 154.355 torcedores, número bem próximo daquele de 1983.




Maracanã lotado

Sete decisões tiveram público centenário. Os três maiores públicos ocorreram na década de 1980, que poderia ser chamada de década das multidões. Os cinco maiores públicos aconteceram no Maracanã.
 
Eis a classificação das 41 decisões do Brasileirão, de 1971 a 2011, por público registrado:
 
1º - Flamengo 3 x 0 Santos (1983) – 155.253
2º - Flamengo 3 x 2 Atlético-MG (1980) – 154.355
3º - Fluminense 0 x 0 Vasco da Gama (1984) – 128.781
4º - Flamengo 2 x 2 Botafogo (1992) – 122.001
5º - Vasco da Gama 2 x 1 Cruzeiro (1974) – 112.933
6º - Atlético-MG 0 x 0 São Paulo (1977) – 102.974
7º - Corinthians 1 x 0 São Paulo (1990) – 100.858



Panorâmica: Morumbi lotado

8º - São Paulo 0 x 1 Grêmio (1981) – 95.106
9º - Bangu 1 x 1 Coritiba (1985) – 91.527
10º - Vasco da Gama 0 x 0 Palmeiras (1997) – 89.200
11º - Palmeiras 2 x 0 Vitória (1993) – 88.644
12º - Flamengo 2 x 1 Grêmio (2009) – 84.848
13º - Internacional 2 x 0 Corinthians (1976) – 84.000
14º - Internacional 1 x 0 Cruzeiro (1975) – 82.568
15º - Internacional 0 x 0 Bahia (1988) – 79.598
16º - Corinthians 2 x 3 Santos (2002) – 74.592
17º - Cruzeiro 2 x 1 Paysandu (2003) – 73.141
18º - São Paulo 0 x 1 Vasco da Gama (1989) – 71.552
19º - São Paulo 3 x 0 América-RN (2007) – 69.874
20º - São Paulo 1 x 1 Atlético-PR (2006) – 68.237
21º - Palmeiras 0 x 0 São Paulo (1973) – 66.549
22º - Grêmio 0 x 1 Flamengo (1982) – 62.256
23º - Palmeiras 0 x 0 Botafogo (1972) – 58.287
24º - Corinthians 2 x 0 Cruzeiro (1998) – 57.230
25º - Corinthians 0 x 0 Atlético-MG (1999) – 57.000
26º - Internacional 2 x 1 Vasco da Gama (1979) – 54.659
27º - Goiás 3 x 2 Corinthians (2005) – 48.978
28º - Botafogo 0 x 1 Atlético-MG (1971) – 46.458
29º - Grêmio 2 x 0 Portuguesa (1996) – 42.587
30º - Fluminense 1 x 0 Guarani (2010) – 40.905
31º - Guarani 3 x 3 São Paulo (1986) – 37.370
32º - Corinthians 0 x 0 Palmeiras (2011) – 36.708
33º - Santos 2 x 1 Vasco da Gama (2004) – 36.426
34º - Palmeiras 1 x 1 Corinthians (1994) – 35.217
35º - Vasco da Gama 3 x 1 São Caetano (2000) – 31.761
36º - Santos 1 x 1 Botafogo (1995) – 28.488
37º - Guarani 1 x 0 Palmeiras (1978) – 27.086
38º - Sport 1 x 0 Guarani (1987) – 26.282
39º - São Caetano 0 x 1 Atlético-PR (2001) – 20.000
40º - Goiás 0 x 1 São Paulo (2008) – 18.098
41º - Bragantino 0 x 0 São Paulo (1991) – 12.492
 42º - Palmeiras 2 x 3 Fluminense (2012) - 8.461
 
Uma diferença monstruosa do maior para o menor público das decisões: 155.253 para  8.461.
 
Se a decisão de 1987, Flamengo 1 x 0 Internacional, tivesse sido reconhecida pela CBF, o público (91.034) daquele jogo seria o 10º da história do Brasileirão.
FONTE:
Arquivo pessoal

Fotos: Divulgação (internet)
Texto / Edição : Vicente Henrique Baroffaldi / Paulo Luís Micali 

2 comentários:

  1. Estive presente em quatro dessas decisões. Venci no Guarani x Palmeiras e no Atlético MG x São Paulo, perdi no São Paulo x Vasco e contra o Grêmio.

    ResponderExcluir
  2. Xiiiiii, Marcão!!! O Paulo Micali não gostou nada nada quando leu que vc. venceu no Guarani x Palmeiras. Disse que vc. tende a torcer sempre por time pequeno. (Vicente)

    ResponderExcluir