terça-feira, 2 de abril de 2013

OS QUATRO JOGOS DE SARAN

Jorge Saran - foto Simnews
 
 
CARTEL
Jogos como técnico do time principal da AFE – 4
Vitórias – 2
Empates – 1
Derrotas – 1
Gols a favor – 6
Gols contra – 2
Saldo de gols – 4
Aproveitamento – 58,33%

Apenas quatro jogos comandando o time principal da Ferroviária bastaram para a consagração de Jorge Saran, técnico pra lá de otimista, que confia no seu trabalho e enche de moral os seus comandados. Com ele, os afeanos escaparam de um rebaixamento anunciado e tido como inevitável.
Neste mês de abril, a Ferroviária terá eleições para composição de uma nova diretoria... ou para a reeleição da que aí está. Seja qual for o resultado, o certo é que Saran ganhou espaço e moral para seguir no comando técnico do quadro grená.
Dada a importância que se atribui, e com justa razão, às categorias de base, uma incerteza paira no ar e na cabeça dos torcedores da Ferrinha: onde Jorge Saran é mais importante: dirigindo o time principal ou cuidando do sub-20?
De qualquer modo, a sua presença ganhou destaque e passou a ter um significado especial para o êxito dos árduos trabalhos que deverão ser desenvolvidos até o final da temporada, visando à participação da Locomotiva no Campeonato Paulista de 2014, Série A2, no ano da Copa do Mundo no Brasil e ocasião oportuna para uma conquista muito ambicionada pelos araraquarenses, de voltar à divisão principal do futebol bandeirante.
Por ora, resta-nos rememorar a curta trajetória de Jorge Saran à frente do time da AFE, no recém findo certame da A2. Mostramos, na sequência, as súmulas dos quatro jogos nos quais a Ferrinha teve como técnico o entusiasmado e confiante inquebrantável, Jorge Saran. 

Jogo: Ferroviária 4 x 0 Rio Branco
Data: 27 de fevereiro de 2013, quarta-feira, 20 horas
Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Finalidade: Campeonato Paulista, Série A2
Árbitro: Norberto Luciano Santos da Silveira
Renda: R$ 5.610,00
Público: 461 pagantes
Gols: Rogério, 9’/1º; Wellington Amorim, 13’ e 47’ do 1º; e Nildo, 19’/2º
AFE: Bruno Prandi; Mário, Vinícius Golas (Neguete), Di Fábio e Rogério; Nildo, Fabinho e Jérson; Robson (Raul), Ney Mineiro (Jonatas Obina) e Wellington Amorim. Técnico: Jorge Saran
Rio Branco: Éder; Arnaldo, Sandoval, Belém e Valmir; Júlio César, Galego (Índio), Juninho (Cristiano) e Junai (Nelinho); Leandro e Túlio. Técnico: Luisinho Quitanilha

Jogo: Red Bull 2 x 1 Ferroviária
Data: 2 de março de 2013, sábado, 17 horas
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Finalidade: Campeonato Paulista, Série A2
Árbitro: Emiliano Alves Costa
Renda: R$ 7.645,00
Público: 539 pagantes
Gol AFE: Wellington Amorim, 16’/1º
Gols Red Bull: Alan Dias (falta), 47’/1º e Augusto, 46’/2º
Expulsões Red Bull: Alan Dias, 38’/2º e Marcus Vinícius, 44’/2º
Red Bull: Júlio César; Oliveira, Diego Borges, Bruno Maia e Reinaldo (Lucas Chinaqui); Everton Cezar, Marcus Vinícius, Allan Dias e Fernandes (Augusto); Luciano Gigante (Wescley) e Henan. Técnico: Argel Fucks
AFE: Bruno Prandi; Mário (Elton), Neguete, Di Fábio e Rogério; Nildo, Renan e Jérson (Alex Rafael); Robson (Morato), Wellington Amorim e Ney Mineiro. Técnico: Jorge Saran

São José 0 x 0 Ferroviária -  Foto: Tião Martins/ São José EC
Jogo: São José 0 x 0 Ferroviária
Data: 24 de março de 2013, domingo, 10 horas
Local: Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos (SP)
Finalidade: Campeonato Paulista, Série A2
Árbitro: Luciano Monteiro dos Santos
Renda: R$ 37.135,00
Público: 2.598 pagantes
São José: Marcelo Pitol; Emerson (Wagner), Everaldo e Rayan; Gian, Talison, Glauber, Cristiano (Jô) e Guina; Boka (Luís) e Jonathan. Técnico: Mércio Bittencourt
AFE: Everton; Mário, Anderson Santos, Vinícius Golas e Léo Carvalho; Renan, Nildo e Jérson (Neguete); Ney Mineiro, Wellington Amorim (Raul) e Romarinho (Elton). Técnico: Jorge Saran

Jogo: Ferroviária 1 x 0 Santo André
Data: 31 de março de 2013, domingo, 10 horas
Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Finalidade: Campeonato Paulista, Série A2
Árbitro: Maurício Antônio Fioretti
Renda: R$ 12.000,00
Público: 1.001 pagantes
Gol: Jonatas Obina, 7’/2º
AFE: Everton; Mário, Neguete, Vinícius Golas e Léo Carvalho; Renan, Nildo e Jérson (Jonatas Obina); Romarinho (Fabinho), Wellington Amorim (Di Fábio) e Ney Mineiro. Técnico: Jorge Saran
Santo André: Rodrigo Viana; Rodrigo, Júnior Paulista, Walter e George; Rogério, Elielton, Juninho (Alexandre) e Danilo (William); Bruno Paulo e Fábio Santos. Técnico: Dedimar
 
Fonte:

Arquivo Pessoal

Texto: Vicente Henrique Baroffaldi

Nenhum comentário:

Postar um comentário