sábado, 16 de fevereiro de 2013

ROSAN, FOGUEIRA, PEIXINHO, PAULO BIM, VONEI... GRANDES JOGADORES PASSARAM TANTO PELA FERROVIÁRIA QUANTO PELO COMERCIAL

 40 APITOS X 40 RUGIDOS

Ferroviária e Comercial ficaram no 1 a 1, neste sábado, na Arena da Fonte Luminosa, em jogo válido pelo Campeonato Paulista da Série A2, Primeira Fase.
Esse empate deixa o retrospecto do confronto entre afeanos e leoninos no mesmo pé de igualdade. Foram completados 110 jogos, nos quais se registraram 40 vitórias para cada lado e mais 30 empates. A Ferroviária marcou 146 tentos; o Comercial, 128.

Veja o retrospecto completo em: http://ferroviariaemcampo.blogspot.com.br/2013/02/ferroviaria-x-comercial-um-classico.html
 
Ferroviária 1 x 1 Comercial (16/02/2013) Reprodução: SimNews

 
FICHA TÉCNICA
FERROVIÁRIA 1x1 COMERCIAL
Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara-SP
Data: 16/02/2013
Horário: 18h30
Arbitragem: Daniel Destro do Carmo, auxiliado por Jumar Nunes Santos e Frederico Andrade e Silva Filho
Público: 1.010 pagantes
Renda: R$ 12.810,00
Gols: AFE: Ney Mineiro (46’do 1º tempo) e Alan Junior (44’do 2º tempo)
Cartões amarelos: Tiago Silva, Acleisson (Comercial)
Ferroviária - Everton; Mário, Anderson Santos, Di Fábio e Morato (Renan); Nildo, Fabinho, Elton (Gabriel Pimba) e Fellipe Mateus; Jonatas Obina e Ney Mineiro (Welington Amorim). Técnico: Ito Roque.
Comercial - Alex; Paulo Ricardo, Mirita, Daniel Gigante e Magalhães; César Santiago, Acleisson, Wilian Favoni e Leandro Oliveira (Deivide); Thiago Silva e Marques (Alan Júnior). Técnico: Luís Carlos Martins.

 
JOGADORES QUE VESTIRAM A CAMISA DE FERROVIÁRIA E COMERCIAL
 

FOGUEIRA, exemplar profissional, lateral-esquerdo que imprimia muita vontade e raça no seu futebol aguerrido. Procedente de São José do Rio Preto, Fogueira defendeu a Ferroviária nos áureos tempos (década de 60), e já no final de carreira vestiu a camisa alvinegra do Bafo.
  
Fogueira vestindo as camisas da AFE e do Comercial
  
O ponteiro-direito Peixinho e o centroavante Paulo Bim aparecem nesta foto, em defesa da camisa grená. Posteriormente, iriam defender o onze leonino.
 

Em pé, da esquerda para à direita: Baiano, Carlos Alberto Alimári, Zé Carlos "Cuié", Bebeto, Muri e Fernando. Agachados, da esqureda para à direita: Peixinho, Zé Luiz, Paulo Bim, Bazzani e Pio.
Rosan é considerado, por muitos, como o melhor goleiro da AFE em todos os tempos. Teve uma trajetória brilhante na Ferrinha, sendo contratado pelo Palmeiras. Depois, defenderia tb. o Leão.
 
 
 
Na foto, presença, na equipe do Comercial, de três jogadores que haviam defendido a Ferroviária: o goleiro Rosan, o ponta-direita Peixinho e o centroavante Paulo Bim.
 

 Vonei, outro artilheiro que defendeu as camisas da AFE e do Bafo.
.



Vonei na AFe - Artilheiro do Campeonato Paulista de 1990



Vonei- Comercial-SP em 1993 Em pé estão Edson (fisioterapeuta), Adão, Nilson, Rogério, Buzzetto, Daniel, Edson Fumaça, Toninho Cajuru, Julio Cesar, Pereira, Buião, Silvinho e o massagista Daniel; na fila do meio estão Walaci, Odair, Nelsinho, Marquinho, Nenê, o técnico Afrânio Riul, Renato, Vonei e Paulo César; sentados estão o massagista Ari, Neimar, Miguelzinho, Valdo, Carlão, Paulinho Taiúva, Pianeli e Marcelo Telinha
Fontes:
Arquivo Pessoal
Fotos - Que fim Levou? - Milton Neves ( UOL), SimNews e ferroviariadeararaquara.com.br.
Ficha Técnica: simnews.com.br (Reportagem: Carlos André de Souza)

Texto: Vicente Henrique Baroffaldi
Edição: Paulo Luís Micali


2 comentários:

  1. Mais um ótimo texto de resgate histórico da Ferroviária. Tem sido uma constante neste blog voltado, sobretudo para as "coisas grenás". Quem também vestiu o jaleco comercialino, já no término de sua carreira profissional foi o zagueiro Mauro Pastor. Na foto da agremiação ribeirão-pretana estão perfilados também, mais dois ex-afeanos, o lateral-direito Walaci, que além do Bafo atuou ainda pelo Goiás e o atacante Paulinho Taiuva. Um dos maiores meio campo da AFE defendeu o Comercial. Zé Luis, com uma trajetória impar pela Locomotiva, vestiu também a camisa do Comercial. O lateral Batalhão é outro atleta que defendeu os dois clubes. Notoriamente os atletas citados na matéria deixaram saudades aos torcedores das duas agremiações. E assim vamos ficando cada vez mais bem informados acerca dos números, estatísticas e curiosidades da Ferroviária. Parabéns Vicente e Paulo;

    Abraços

    Alessandro Bocchi

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez, muito oportuna a sua intervenção, Alessandro. Mais luzes são direcionadas à nossa matéria, o que vem em benefício da verdade histórica. Evidentemente, o nosso propósito foi realçar o fato de que grandes jogadores passaram pela Locomotiva e tb. pelo bafo, sem, naturalmente, pretender afirmar que o universo todo estava circunscrito aos jogadores destacados. Citando mais um bom número de profissionais que se inseriram na mesma situação, vc. abriu um leque apreciável e muito interessante, com mais atletas de realce. Retribuímos os parabéns com muito gosto.
    (Vicente Henrique Baroffaldi)

    ResponderExcluir