sábado, 8 de julho de 2017

FERROVIÁRIA FAZ 3 A 0 CONTRA O LINENSE, UM DE SEUS MAIS DIFÍCEIS RIVAIS

TRÊS GOLS "SEGUIDINHOS" NO COMEÇO DO SEGUNDO TEMPO GARANTIRAM A SEGUNDA VITÓRIA DA FERROVIÁRIA NA COPA PAULISTA



Não foi tão fácil como o placar de 3 a 0 pode sugerir, principalmente se analisarmos o primeiro período de Ferroviária x Linense, no final de tarde/começo de noite deste sábado, na Arena Fonte Luminosa.


A Ferroviária foi, de certa forma, envolvida pelo toque de bola do time de Lins, safando-se de tomar um gol graças à oportuna intervenção do goleiro Tadeu, que abandonou sua meta para abafar um tiro à queima-roupa que tinha endereço certo.


No primeiro tempo, o time grená praticamente não agrediu, encontrando dificuldades para anular as iniciativas do visitante. Teve, porém, o mérito de impedir que o Elefante da Noroeste concluísse as jogadas e sustentou o 0 a 0.


A conclusão a que se chega, vendo a transformação do time de Araraquara ao se iniciar o segundo tempo, é de que o técnico Paulo César de Oliveira aproveitou o intervalo para orientar os seus comandados no sentido de passar ao domínio das ações, retendo mais a posse de bola e se lançando ao ataque com velocidade.

Léo Castro
A se destacar também a mudança processada por PC no intervalo, fazendo entrar Elvis (mais rápido) no lugar de Odaílson. Assim, num espaço pequeno de tempo, os afeanos conseguiram envolver a retaguarda do CAL com toques rápidos e em progressão, alcançando de modo avassalador a feitura de três tentos. Léo Castro marcou aos 9 minutos, Renato Kayser ampliou aos 11 e de novo Léo Castro assinalou aos 12.
Renato Kayser

Folgada no marcador, a Ferroviária passou a jogar com mais tranquilidade e contou, também, com um certo arrefecimento do antagonista, que sentiu os golpes fatais.

A contusão do melhor jogador do Linense, Thiago Humberto, que foi substituído, tornou as coisas mais cômodas para a Locomotiva.
E assim, o time alcançou a segunda vitória em sua segunda apresentação na Copa Paulista, começando bem a competição e sustentando 100% de aproveitamento.


Folgando na próxima rodada, a Ferroviária volta a jogar no dia 18 de julho, uma terça-feira, às 19 horas, na cidade de Rio Claro contra o Velo Clube.

FICHA TÉCNICA
   
FERROVIÁRIA 3 x 0 LINENSE
   
Local: Arena Fonte Luminosa, Araraquara.
Data/Horário: Sábado, 8 de julho, 17 horas.
Arbitragem: Rodrigo Santos, auxiliado por Mauro André de Freitas e Ricardo Luis Buzzi.
Público: 805 pagantes.
Renda: R$ 9.545,00.
Cartões amarelos: Felipe Ferreira e Willian Favoni (Ferroviária); Thiago Humberto e Guilherme (Linense).
Gols: Léo Castro (9' e 12' do 2T); Renato Kayser (11' do 2T) para a Ferroviária.
FERROVIÁRIA - Tadeu, Alisson, Luan, Raniele e Arthur; Odailson (Elvis), Íkaro, Danilo Sacramento (Willian Favoni) e Felipe Ferreira (Hygor); Renato Kaiser e Léo Castro. Técnico: PC de Oliveira.
LINENSE - Pegorari, Felipe, Godri, Marcelo Bispo e Gregory; Fabrício, Maycon e Thiago Humberto (Guilherme); Giovanni, Léo Ribeiro (Bruno Donizete) e Leleco. Técnico: Altair Coimbra.

Fotos: "Ferroviária em Campo"
Ficha: André de Souza (Portal Morada)

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

JOELSON JOGOU NO MEIO-CAMPO DA FERROVIÁRIA




“Ferroviária em Campo” apresenta mais um ex-atleta que jogou com a camisa grená da Locomotiva.
   
Trata-se de JOELSON, meio-campo. Joelson Pereira da Silva nasceu na cidade do Rio de Janeiro, no dia 20 de setembro de 1970. Atuou na AFE no biênio 1989/90.
   
Hoje com 46 anos, Joelson recorda:
    
- Cheguei na Ferroviária aos 18 anos vindo do Botafogo do Rio. Fiz uma avaliação com o Bazani e no primeiro treino ele já me selecionou.

Clubes
   
- Passei também por Americano de Campos, Madureira, futebol holandês e Bolívia.
   
Como pintou a Ferroviária em sua vida
    
- Quem me levou para a Ferroviária foi meu tio CARIOCA, que tinha escola de samba aí e trabalhava com circo.

No fim do ano, em Araraquara 
   
- No final de ano estarei aí com os amigos para um futebol de máster.


JOELSON NA AFE 
   
Joelson atuou em defesa do time em partidas do Campeonato Paulista da divisão principal, pelo Campeonato Brasileiro da Série C (fase paulista) e em compromissos amistosos. 

UMA ESCALAÇÃO AFEANA COM JOELSON
   
Uma das formações da Ferroviária com Joelson em campo:
Narciso; Wallace, Vilmar, Alexandre e Julimar; Elinho, Joelson e Vanderlei; Sidnei (Adriano), Vonei e Joãozinho. Técnico: Mazinho.  (Paulistão de 1990)

FICHA DO ATLETA 
   
Apelido: Joelson
Nome completo: Joelson Pereira da Silva 
Data de nascimento: 20 de setembro de 1970 
Cidade natal: Rio de Janeiro (RJ) 
Posição: meio de campo 
Período na Ferroviária: 1989 e 1990. 

Joelson com com sua mãe, Dona Tereza e seu filho Matheus

Joelson em seu projeto social

Joelson trabalhando em seu projeto social

 Fontes:
Informações prestadas por Joelson via facebook.
Arquivo de “Ferroviária em Campo” 
Fotos: Gentilmente cedidas pelo atleta

Elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

terça-feira, 13 de junho de 2017

FERROVIÁRIA FORA DA FONTE




Houve um período de um ano e meio no qual a Ferroviária ficou sem o estádio Adhemar Pereira de Barros, a Fonte Luminosa.

Isso porque se deu o seu fechamento para que se processasse uma reforma radical, transformando o estádio em arena multiuso.

O último jogo do antigo estádio aconteceu no dia 3 de maio de 2008: Ferroviária 4 x 1 Botafogo, pelo Campeonato Paulista da série A2.

Então, sendo fechado, o local só seria reaberto em 22 de outubro de 2009 com o jogo Ferroviária 2 x 1 Ituano, pela Copa Paulista.

Onde a Ferroviária mandou seus jogos durante a transformação da Fonte Luminosa em Arena? Qual foi o seu aproveitamento fora da casa tradicional?


RESUMO DOS JOGOS FORA DA FONTE

Nesse interregno, a Locomotiva realizou 29 jogos como mandante, sendo 22 no Estádio Municipal Dr. Cândido de Barros, em Araraquara, e 7 no Estádio Adail Nunes da Silva (Taquarão), na cidade de Taquaritinga (SP).

No geral, a Ferroviária ganhou 12 jogos, empatou 9 e perdeu 8. Assinalou 26 gols e sofreu 20.

Em nenhum desses jogos os afeanos marcaram ou sofreram mais de dois tentos, por partida.

No Jardim Botânico (onde se localiza o Cândido de Barros), a Ferroviária ganhou 9, empatou 6 e perdeu 7 jogos. Marcou 18 gols e sofreu 15.

Em Taquaritinga, no Taquarão, o time ganhou 3, empatou 3 e perdeu 1. Marcou 8 gols e sofreu 5.


DISTRIBUIÇÃO DOS JOGOS POR COMPETIÇÃO



Nesse período sem a Fonte Luminosa, a Ferroviária conheceu um rebaixamento: da série A2 para a série A3, no Campeonato Paulista de 2009.

Mas, em 2010, no primeiro ano de Campeonato Paulista na Arena Fonte Luminosa, a Ferroviária sagrou-se vice-campeã da A3 e voltou para a A2.


OS 29 JOGOS DA FERROVIÁRIA FORA DA FONTE, DURANTE A REFORMA

1 – 19.07.2008 – Ferroviária 2 x 0 Oeste – Copa Paulista – Estádio Adail Nunes da Silva, em Taquaritinga

2 – 02.08.2008 – Ferroviária 1 x 0 Rio Claro – Copa Paulista – Estádio Adail Nunes da Silva, em Taquaritinga

3 – 16.08.2008 – Ferroviária 1 x 0 Francana – Copa Paulista – Estádio Adail Nunes da Silva, em Taquaritinga

4 – 06.09.2008 – Ferroviária 0 x 0 Comercial – Copa Paulista – Estádio Adail Nunes da Silva, em Taquaritinga

5 – 17.09.2008 – Ferroviária 1 x 1 Grêmio Catanduvense – Copa Paulista – Estádio Adail Nunes da Silva, em Taquaritinga

6 – 20.09.2008 – Ferroviária 1 x 2 Botafogo – Copa Paulista – Estádio Municipal Dr. Cândido de Barros, em Araraquar – Inauguração do estádio.

7 – 04.10.2008 – Ferroviária 1 x 1 CAT (Taquaritinga) – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

8 – 10.10.2008 – Ferroviária 0 x 1 XV de Piracicaba – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

9 – 25.10.2008 – Ferroviária 2 x 1 Noroeste – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

10 – 29.10.2008 – Ferroviária 0 x 1 Flamengo (Guarulhos) – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

11 – 31.01.2009 – Ferroviária 1 x 2 São Bernardo – Campeonato Paulista, Série A2 – Est. Adail Nunes da Silva, Taquaritinga

12 – 07.02.2009 – Ferroviária 2 x 2 Grêmio Catanduvense – Campeonato Paulista, Série A2 – Est. Adail Nunes da Silva, Taquaritinga

13 – 11.02.2009 – Ferroviária 1 x 1 Rio Branco – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

14 – 18.02.2009 – Ferroviária 0 x 1 União São João – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

15 – 21.02.2009 – Ferroviária 2 x 1 Comercial – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

16 – 07.03.2009 – Ferroviária 1 x 0 União Barbarense – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

17 – 21.03.2009 – Ferroviária 0 x 1 CAT (Taquaritinga) – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

18 – 25.03.2009 – Ferroviária 0 x 1 Sertãozinho – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

19 – 04.04.2009 – Ferroviária 2 x 1 Linense – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

20 – 19.04.2009 – Ferroviária 0 x 0 América – Campeonato Paulista, Série A2 – Estádio Cândido de Barros

21 – 18.07.2009 – Ferroviária 1 x 0 América – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

22 – 29.07.2009 – Ferroviária 0 x 0 Sertãozinho – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

23 – 01.08.2009 – Ferroviária 0 x 1 Linense – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

24 – 15.08.2009 – Ferroviária 2 x 1 Mirassol – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

25 – 23.08.2009 – Ferroviária 1 x 0 Grêmio Catanduvense – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

26 – 05.09.2009 – Ferroviária 1 x 0 Rio Preto – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

27 – 20.09.2009 – Ferroviária 1 x 1 Noroeste – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

28 – 03.10.2009 – Ferroviária 2 x 0 Botafogo – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

29 – 18.10.2009 – Ferroviária 0 x 0 São Bernardo – Copa Paulista – Estádio Cândido de Barros

Estádio Fonte Luminosa (demolido)

Estádio Taquarão (7 jogos)

Estádio Cândido de Barros (Inauguração)

Estádio Cândido de Barros (Inauguração)


Estádio Cândido de Barros (22 jogos)

Arena Fonte Luminosa (pronta para inauguração)



Fonte:
Acervo de “Ferroviária em Campo”
Fotos: "Ferroviária em Campo"; Ferroviária SA.

Pesquisa, elaboração e edição:

Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

domingo, 11 de junho de 2017

ELENCO DA FERROVIÁRIA CONTA COM 15 NOVOS NOMES



A Ferroviária já anunciou 15 novos nomes para a composição do seu elenco visando participação na Copa Paulista, cujo início acontecerá em 2 de julho.


Eis os atletas que se incorporam ao grupo afeano:



GUSTAVO FRAGA

Nome completo: Gustavo Fraga Botelho

Data de nascimento: 26 de julho de 1996

Cidade natal: Itapira-SP

Posição: goleiro

Clubes: Revelado no Brasílis FC e com passagens por Guarani, Ponte Preta e Rio Claro, vem do Atibaia.


ARTHUR HENRIQUE

Nome completo: Arthur Henrique Peixoto Santos

Data de nascimento: 17 de maio de 1994

Cidade natal: São Paulo – SP

Posição: lateral-esquerdo

Clubes: Formado na base do SPFC: 2011 a 13. 2014 - América-RN (promovido ao elenco profissional). Campeão potiguar: 2014 e 2015 (bi). Vestiu a camisa do Fla-RJ em 2016. Defendeu o Atlético Tubarão - SC antes de vir para a Ferroviária.


ELTON DA SILVA

Nome completo: Elton Constantino da Silva

Data de nascimento: 20 de julho de 1989

Cidade natal: Juazeiro-BA

Posição: volante/meia

Clubes: Botafogo-SP, Taubaté, Ferroviária-SP, Pandurii (Romênia), Voluntari (Romênia), FK Zalgiris (Lituânia). Veio do futebol lituano.


ODAÍLSON

Nome completo: Odaílson Silva Costa Filho

Data de nascimento: 20 de fevereiro de 1997

Cidade natal: Teixeira de Freitas – BA

Posição: meio-campo

Clubes: Último clube: Desportivo Brasil - SP, durante três anos, integrando a equipe que conquistou o acesso para a A3, em 2016.
Jogou também pelo Grêmio-RS.


WILLIAN FAVONI

Nome completo: Willian Favoni Leite

Data de nascimento:  25 de 06 de 1987

Cidade natal: Mogi-Mirim - SP

Posição: Meio-Campo

Clubes:Ponte Preta, Mogi-Mirim, São Bernardo, São Caetano, Guarani, Comercial, Boa Esporte, Capivariano, São Paulo-RS., Veranópolis e Ferroviária


ELVIS

Nome completo: Elvis Garcia Carvalho

Data de nascimento: 15 de fevereiro de 1996

Cidade natal: Campo Grande - MS

Posição: meio-campo

Clubes: Início no Desportivo Brasil (2011). Três anos depois: período de treinos no Manchester City - ING. No ano seguinte, emprestado ao Porto - POR. Disputou a Liga dos Campeões Sub-19, além dos torneios nacionais em 2014/15/16.

De volta ao Brasil, atuou no Sub-20 do Atlético-PR, que o emprestou à Ferroviária para o Paulistão;2016. Questões contratuais o impediram de jogar pela Ferroviária. Voltou ao Furacão e em 2017 foi promovido ao profissional e negociado com o Boa Esporte. Disputou o Campeonato Mineiro/2017.


ÍKARO

Nome completo: Íkaro Mychell Moura Maia

Data de nascimento: 5 de janeiro de 1996

Cidade natal: Limoeiro do Norte - CE

Posição: meia/meio-campo

Clubes: Revelado pelo Flu-RJ, onde foi tri estadual na base. No Tricolor, de 2012 a 2015. Convocado em três ocasiões para a seleção brasileira sub-17.  Desportivo Brasil, Tombense, sub-20 do Vasco e do Atlético-PR. Último clube antes da Ferroviária: Atlético-GO.


DANILO SACRAMENTO

Nome completo: Danilo Valério Sacramento

Data de nascimento: 3 de novembro de 1982

Cidade natal: Araras - SP

Posição: meia

Clubes: 2014 - XV de Piracicaba; 2013 - CRB e Bragantino e XV de Piracicaba; 2012 - Guarani; 2011 - Grêmio Barueri e Red Bull Brasil; 2009/10 - Celta de Vigo - ESP; 2008-09 - idem; 07-08 - Genoa - ITA; 07 - União Barbarense; 07-06-05 - Ponte Preta; 04 - Portuguesa e Ponte Preta; 03 - Vasco; 02 - Cruzeiro; 01-02 - Monterrey - MEX; 2001 - União São João.


FELIPE FERREIRA

Nome completo: Felipe de Figueiredo Ferreira

Data de nascimento: 25 de abril de 1994

Cidade natal: Brasília - DF

Posição: meia-atacante

Clubes: Grêmio - RS (sub-20 e prof.) – 2014; Atlético - GO (emp.) e Grêmio - RS (base) – 2015; Atlético Tubarão - 2016
 FK Javor Ivanjica (Sérvia) - 2016/17; Último clube: Matonense.


RENATO KAYSER

Nome completo: Renato Kayser de Souza

Data de nascimento: 17 de fevereiro de 1996

Cidade natal: Jotaesse - PR

Posição: ponta D., ponta E.

Clubes: 2009/10 - Santos, sub-13 e sub-15; 2011-12 - Desportivo Brasil, sub-15 e sub-17. A partir de 2013 - Vasco - sub-20 e prof.
Empréstimos: Oeste e Portuguesa, 2016. Villa Nova, 2017. Ferroviária - 2017.

SANTIAGO

Nome completo: Victor Santiago Campos Marcondes de Azevedo

Data de nascimento: 6 de fevereiro de 1997

Posição: atacante

Clubes: 2014 - ABC, sub-17; 2015 - São Caetano (emp.) - sub-20, ABC; 2015 - São Caetano (emp.) - ABC; 2015 - Cruzeiro (emp.) - sub-20, ABC; 2016 - Cruzeiro (emp.) - sub-20, ABC; 2016 - Vasco (emp.) - sub-20, ABC. 2017 - Empréstimo à Ferroviária.


MAYCON

Nome completo: Maycon Aparecido Paixão

Data de nascimento: 7 de março de 1995

Cidade natal: Sertãozinho - SP

Posição: atacante

Clubes: Revelado nas categorias de base do XV de Piracicaba, onde jogou em 2013 e 2014. No profissional: Atlético - GO e América - GO, em 2016. Antes da Ferroviária: Ceilândia - DF.


MATHEUS VINÍCIUS

Nome completo: Matheus Vinícius de Castro Gomes

Data de nascimento: 17 de março de 1998

Cidade natal: Fortaleza - CE

Posição: atacante

Clubes: 2013 - São Paulo (sub-15); 2014 - Vasco (sub-17). 2015 - Vasco (sub-17) e Fortaleza (sub-17).


MAURÍCIO

Nome completo: Maurício Pedro do Carmo Santos

Data de nascimento: 25 de janeiro de 1998

Cidade natal: Uberaba - MG

Posição: atacante

Clubes: Atuou pelas categorias de formação do Atlético-PR. Último clube: PSTC - PR (disputou o campeonato paranaense de 2017).


 LÉO CASTRO
     
Nome completo: Leonardo Luiz e Castro
   
Data de nascimento: 13 de julho de 1994
   
Cidade natal: São Paulo (SP)
   
Posição: Atacante
Clubes: Começou na Portuguesa. Integrou as categorias de base do Coritiba, onde se profissionalizou em 2014. Em 2015, defendeu o Grêmio Barueri e o União Barbarense. Em 2016, defendeu dois clubes gaúchos: Santa Rita e Inter de Lages. Voltou em 2017 ao futebol paulista, brilhando no Nacional A.C., da capital paulista, sagrando-se campeão da série A3 do certame bandeirante e tornando-se o artilheiro principal do time, com 11 gols.


Fichas:
Arquivo Pessoal
Fotos: Ferroviária SA

Elaboração e Edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali